Catolicismo e política: Pastoral da Juventude e a formação partidária no PT

Ref: 978-85-473-2875-7

O que anima o militante? Nesse momento em que a política volta às discussões mais comuns, seja nos núcleos familiares, seja nas redes sociais, é muito bem-vindo um estudo de caso que esclareça o nascimento e as motivações sociais que levam os jovens a optarem pela militância política. Aqui, o Partido dos Trabalhadores, visto em sua fase nascente, revela sua ligação umbilical com a ética religiosa católica da Teologia da Libertação e os movimentos sociais de base. Nesse panorama, encontramos a Pastoral da Juventude e as propostas de que seria possível mudar o mundo e construir a “Civilização do Amor” a partir da militância, fosse ela político-partidária, sacerdotal ou mesmo de ação social do magistério.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 81,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 28,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-2875-7


ISBN Digital: 978-65-5523-585-2


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 04/04/2019


Número de páginas: 303


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Ronald Apolinario de Lira.

O que anima o militante? Nesse momento em que a política volta às discussões mais comuns, seja nos núcleos familiares, seja nas redes sociais, é muito bem-vindo um estudo de caso que esclareça o nascimento e as motivações sociais que levam os jovens a optarem pela militância política. Aqui, o Partido dos Trabalhadores, visto em sua fase nascente, revela sua ligação umbilical com a ética religiosa católica da Teologia da Libertação e os movimentos sociais de base. Nesse panorama, encontramos a Pastoral da Juventude e as propostas de que seria possível mudar o mundo e construir a “Civilização do Amor” a partir da militância, fosse ela político-partidária, sacerdotal ou mesmo de ação social do magistério.
Catolicismo e política: Pastoral da Juventude e a formação partidária no PT oferece um panorama abrangente da formação religiosa dos quadros políticos da esquerda, mostrando como essa lógica de militância religiosa pautada nas políticas sociais transformaria a ação da juventude católica em força de transformação política.