A Metáfora Cotidiana da Língua Brasileira de Sinais

Ref: 978-85-473-1549-8

Até pouco tempo atrás, a língua de sinais não era considerada língua. Atualmente, além de ser reconhecida como língua oficial em nosso país, são inúmeras as pesquisas que estão comprovando cada vez mais a complexidade linguística dessa língua visual gestual. Uma dessas complexidades é apresentada neste livro, o qual envolve uma pesquisa de sinais metafóricos. Você já imaginou que, culturalmente, os usuários da língua de sinais exploram as mais variadas metáforas cotidianas totalmente distintas das línguas orais? A autora trás dados de sinais metafóricos e explora as fontes de iconicidades convencionais e não convencionais dos sinais, e também identifica seus processos produtivos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 44,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-1549-8


ISBN Digital: 978-85-473-1550-4


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 08/04/2019


Número de páginas: 143


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Fabiana Schmitt Corrêa.

Até pouco tempo atrás, a língua de sinais não era considerada língua. Atualmente, além de ser reconhecida como língua oficial em nosso país, são inúmeras as pesquisas que estão comprovando cada vez mais a complexidade linguística dessa língua visual gestual. Uma dessas complexidades é apresentada neste livro, o qual envolve uma pesquisa de sinais metafóricos. Você já imaginou que, culturalmente, os usuários da língua de sinais exploram as mais variadas metáforas cotidianas totalmente distintas das línguas orais? A autora trás dados de sinais metafóricos e explora as fontes de iconicidades convencionais e não convencionais dos sinais, e também identifica seus processos produtivos. Essa descoberta possibilitou a criação de oito classificações de metáforas cotidiana da língua de sinais. Os sinais metafóricos foram criados com a intenção de brincar com a linguagem, quebrando a convencionalidade do sinal. É bastante comum encontrar esse tipo de inovação na poesia, na qual a quebra de padrões faz parte da proposta estética de brincar com a linguagem. Esta obra é uma aventura em que você, ao embarcar, irá descobrir como os usuários da Libras usam os sinais de forma divertida e metafórica.