A Interdição do Futuro no Mundo em Pedaços: Educação e Sociedade

Ref: 978-85-473-2975-4

Este livro trata-se de uma reflexão sobre a sociedade que visa a aproximar-se da totalidade social na contemporaneidade. Nesse tempo em que vivemos, relaciono memórias recentes desses momentos próximos e alguns mais distantes, revelando um futuro interditado. Apresento a constatação de uma interdição do futuro nos dias atuais com atores de classes sociais oprimidas, desinteressadas em grandes mudanças, desejando apenas se integrarem a esse fabuloso mundo da tecnologia, da riqueza e do consumo, com as maiorias sociais vivenciando frustração, raiva ou apatia por dele ficarem de fora, sem usufruir de suas delícias, sejam elas realizações verdadeiras ou ilusórias, permanentes ou passageiras.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 68,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2975-4


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 22/04/2019


Número de páginas: 307


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Luís Távora Furtado Ribeiro.

Este livro trata-se de uma reflexão sobre a sociedade que visa a aproximar-se da totalidade social na contemporaneidade. Nesse tempo em que vivemos, relaciono memórias recentes desses momentos próximos e alguns mais distantes, revelando um futuro interditado. Apresento a constatação de uma interdição do futuro nos dias atuais com atores de classes sociais oprimidas, desinteressadas em grandes mudanças, desejando apenas se integrarem a esse fabuloso mundo da tecnologia, da riqueza e do consumo, com as maiorias sociais vivenciando frustração, raiva ou apatia por dele ficarem de fora, sem usufruir de suas delícias, sejam elas realizações verdadeiras ou ilusórias, permanentes ou passageiras. Assim, analiso a contemporaneidade e suas memórias na procura da totalidade social revelando um futuro interditado num presente que não passa, na abstração de um presente contínuo que muitos não desejam que se torne algo novo. Nas igrejas neopentecostais, multidões buscam emprego para comprar, saúde para usufruir, família unida para se proteger, sem rupturas com esse mundo, desejando apenas integrar-se a ele, com as forças sobrenaturais substituindo o Estado e as políticas públicas.