Educação Prisional e as Influências da Memória: O Currículo em Questão

Ref: 978-85-5507-703-6

A assimilação do discurso de camadas elitistas pelas classes populares é algo bastante intrigante, no sentido que essa perspectiva corrobora a disseminação dos próprios valores das primeiras em detrimento das demais. O estudo da educação prisional, assim, envolve a percepção de sujeitos em provação de liberdade pela sociedade como um todo, que não raro, apresenta um julgamento de valor disseminado pelos discursos de classes elitistas e dominantes, estendendo-se às classes populares. Tais movimentos podem ser analisados pelo estudo da Memória Social uma vez que não apresentam um aspecto fechado em si; ao contrário envolve um constante devir, englobando diversos aspectos dentre eles o sócio econômico e o político.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-5507-703-6


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 25/04/2019


Número de páginas: 187


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Sebastião Cesar Meirelles Sant'Anna.

A assimilação do discurso de camadas elitistas pelas classes populares é algo bastante intrigante, no sentido que essa perspectiva corrobora a disseminação dos próprios valores das primeiras em detrimento das demais. O estudo da educação prisional, assim, envolve a percepção de sujeitos em provação de liberdade pela sociedade como um todo, que não raro, apresenta um julgamento de valor disseminado pelos discursos de classes elitistas e dominantes, estendendo-se às classes populares. Tais movimentos podem ser analisados pelo estudo da Memória Social uma vez que não apresentam um aspecto fechado em si; ao contrário envolve um constante devir, englobando diversos aspectos dentre eles o sócio econômico e o político. Esse livro, busca tal análise, tendo como foco principal a educação carcerária, sobretudo o currículo nessa modalidade de educação Tal leitura pretende analisar os fatos que fomentaram esse quadro, assim como discutir como o estabelecimento desse se dá na contemporaneidade, focando sempre na percepção social no que tange no universo carcerário.