Educomunicação e Formações Socioculturais

Ref: 978-85-5507-739-5

Sem que a Educação ou a Comunicação perca suas particularidades, vê-se a educomunicação, em sua essência, como a circulação de fluxo informacional e comunicacional para as duas áreas, de forma isolada, e, ao mesmo tempo, em coesão, com o fim único de formar o cidadão de forma integral e, jamais, fragmentada. Como decorrência, a coletânea “Educomunicação e formações socioculturais” traz à tona facetas diversificadas, atuais e intrigantes. Os capítulos exploram itens inusitados e/ou mediante abordagens únicas, como consta da apresentação detalhada do livro, assinada pelos organizadores. A cultura digital como elemento facilitador ou como abismo, marca presença sob diferentes perspectivas, haja vista que a contemporaneidade corresponde às multifaces da sociedade, cujo traço característico é, na verdade, a maior facilidade na difusão de informações e maior rapidez no fluxo informacional frente à prevalência das tecnologias em todos os segmentos da vida do indivíduo.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 54,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-5507-739-5


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 21/05/2019


Número de páginas: 214


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Eduardo Fofonca.

Sem que a Educação ou a Comunicação perca suas particularidades, vê-se a educomunicação, em sua essência, como a circulação de fluxo informacional e comunicacional para as duas áreas, de forma isolada, e, ao mesmo tempo, em coesão, com o fim único de formar o cidadão de forma integral e, jamais, fragmentada. Como decorrência, a coletânea “Educomunicação e formações socioculturais” traz à tona facetas diversificadas, atuais e intrigantes.
Os capítulos exploram itens inusitados e/ou mediante abordagens únicas, como consta da apresentação detalhada do livro, assinada pelos organizadores. A cultura digital como elemento facilitador ou como abismo, marca presença sob diferentes perspectivas, haja vista que a contemporaneidade corresponde às multifaces da sociedade, cujo traço característico é, na verdade, a maior facilidade na difusão de informações e maior rapidez no fluxo informacional frente à prevalência das tecnologias em todos os segmentos da vida do indivíduo.
Os autores advêm de quatro Estados brasileiros: Paraná, Piauí, Santa Catarina e São Paulo, distribuídos em três regiões brasileiras. Há a presença de representantes da Argentina, Cingapura e Espanha numa evidência incontestável da relevância da educomunicação nas mais diferentes nações.
Sob diferentes óticas a obra contempla o intercâmbio de experiências; o aprofundamento da temática ainda desafiadora da educomunicação, e, sobretudo, a chance inigualável de trabalhar a interdisciplinaridade, transdisciplinaridade, multidisciplinaridade e pluridisciplinaridade, como elementos que gritam aos quatro ventos a impossibilidade do profissional, independentemente da área, ser capaz de seguir sozinho, alheio ao seu entorno e aos campos de atuação circunvizinhos.