Pórcia em: “Cartas enviadas ao meu pai” (1946-1958)

Ref: 978-85-473-2119-2

A professora Pórcia Guimarães Alves (1917-2005) teve uma formação educacional diferenciada, e após concluir o ensino superior em Curitiba, deu continuidade a sua formação em cursos e encontros científicos, em várias cidades do Brasil e também em outros países. No período entre 1946 e 1958, durante suas viagens, Pórcia trocava missivas com seus familiares, as quais foram mantidas em seu arquivo pessoal, hoje guardado pelo Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, sob o título de “Cartas enviadas ao meu pai”, documentos que têm aqui publicação inédita.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 42,00 R$ 29,40 30% off
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 42,00 R$ 18,00 58% off

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-2119-2


ISBN Digital: 978-85-473-3318-8


Edição: 1


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 18/06/2019


Número de páginas: 201


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Alexandra Ferreira Martins Ribeiro.

2. Alboni Marisa Dudeque Pianovski Vieira.

A professora Pórcia Guimarães Alves (1917-2005) teve uma formação educacional diferenciada, e após concluir o ensino superior em Curitiba, deu continuidade a sua formação em cursos e encontros científicos, em várias cidades do Brasil e também em outros países. No período entre 1946 e 1958, durante suas viagens, Pórcia trocava missivas com seus familiares, as quais foram mantidas em seu arquivo pessoal, hoje guardado pelo Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, sob o título de “Cartas enviadas ao meu pai”, documentos que têm aqui publicação inédita.

A pesquisa de caráter documental e bibliográfico, que acompanha esta divulgação, procura responder a uma questão principal: qual a escrita de si de Pórcia contida nas missivas trocadas com seus familiares nesse período? Via troca de cartas, as escritas de si de Pórcia, ou seus registros autobiográficos, expuseram uma multiplicidade de “eus” que expressam fragmentos do indivíduo Pórcia.