Antiguidade como presença: antigos, modernos e os usos do passado

Ref: 978-85-5507-513-1

Em julho de 2011 foi realizado o primeiro Simpósio Temático Antiguidade e Modernidade: usos do passado, por ocasião do XXVI Encontro Nacional de História, da ANPUH. O Simpósio congregou, em sua maior parte, pesquisadores ligados ao Grupo de pesquisa Antiguidade e Modernidade: História Antiga e Usos do Passado, cadastrado no CNPq e contou com participação de pesquisadores de diferentes universidades brasileiras e uma estrangeira (Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista, PUC – RS, UESB, UFBA, UFF, Unicamp, Unifal, Unifesp, UFPel,  UFPr, UFRGS, Unesp-Assis, Universidade Severino Sombra, Universität de Heildeberg e USP).


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 68,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-5507-513-1


Edição: 1


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 05/06/2019


Número de páginas: 323


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Glaydson José da Silva.

2. Renata Senna Garraffoni.

3. Pedro Paulo Funari.

4. Júlio Gralha.

5. Rafael Rufino.

Em julho de 2011 foi realizado o primeiro Simpósio Temático Antiguidade e Modernidade: usos do passado, por ocasião do XXVI Encontro Nacional de História, da ANPUH. O Simpósio congregou, em sua maior parte, pesquisadores ligados ao Grupo de pesquisa Antiguidade e Modernidade: História Antiga e Usos do Passado, cadastrado no CNPq e contou com participação de pesquisadores de diferentes universidades brasileiras e uma estrangeira (Fundação Municipal de Ensino Superior de Bragança Paulista, PUC – RS, UESB, UFBA, UFF, Unicamp, Unifal, Unifesp, UFPel,  UFPr, UFRGS, Unesp-Assis, Universidade Severino Sombra, Universität de Heildeberg e USP). O grupo de pesquisa ao qual se vincula a presente publicação se desenvolveu, originariamente, a partir do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Campinas (Área de Concentração História Cultural; Linha de Pesquisa: Gênero, Subjetividades e Cultura Material) e se ampliou com a participação, por meio de afinidades temáticas e teóricas/epistemológicas, de pesquisadores de outros centros de pesquisa brasileiros. O que aqui se apresenta é a materialização de esforços congregados e das frutíferas discussões dos quais esse livro é o primeiro resultado em formato de publicação coletiva. Visa, portanto, difundir e incentivar o debate no Brasil sobre a presença dos povos antigos – gregos, romanos ou egípcios - na Modernidade e os seus diversos usos políticos.