A Razão Militar e a Banalidade do Mal: Escritos Sociofilosóficos

Ref: 978-85-473-3150-4

A razão militar e a banalidade do mal: escritos sociofilosóficos é uma obra inédita e interdisciplinar que tem como foco a moralidade da cultura militar e os processos de socialização que levam os militares à prática de atos considerados imorais, como a tortura. Com base na clássica lição de Hannah Arendt sobre a banalidade do mal, o livro possibilita diálogos que vão da sociologia da moral à filosofia, revelando novos caminhos e acrescentando, desconstruindo ou criticando as abordagens anteriores, mas sem se descuidar da produção de reflexões aprofundadas sobre o tema. Portanto, que este seja um guia para pesquisadores, professores, estudantes das ciências humanas e sociais e para leitores interessados em compreender como se entrelaçam a razão militar e as práticas consideradas cruéis em sua forma banal, mas que são compreendidas enquanto algo comum por pertencerem ao universo da cultura das casernas.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3150-4


ISBN Digital: 978-85-473-3151-1


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 21/06/2019


Número de páginas: 179


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Éden Farias Vaz.

2. Fábio Gomes de França.

3. Nicole Louise Macedo Teles de Pontes.

A razão militar e a banalidade do mal: escritos sociofilosóficos é uma obra inédita e interdisciplinar que tem como foco a moralidade da cultura militar e os processos de socialização que levam os militares à prática de atos considerados imorais, como a tortura. Com base na clássica lição de Hannah Arendt sobre a banalidade do mal, o livro possibilita diálogos que vão da sociologia da moral à filosofia, revelando novos caminhos e acrescentando, desconstruindo ou criticando as abordagens anteriores, mas sem se descuidar da produção de reflexões aprofundadas sobre o tema. Portanto, que este seja um guia para pesquisadores, professores, estudantes das ciências humanas e sociais e para leitores interessados em compreender como se entrelaçam a razão militar e as práticas consideradas cruéis em sua forma banal, mas que são compreendidas enquanto algo comum por pertencerem ao universo da cultura das casernas.