Formação, Prática Docente e Currículo: Inquietações e Interlocuções de Professores

Ref: 978-85-473-3123-8

Formação, prática docente e currículo: inquietações e interlocuções de professores apresenta como fio condutor a questão da formação de professores, abordando alguns pontos que afligiram e afligem não só a educação e o educador ontem e hoje, mas a própria sociedade.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 27,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3123-8


ISBN Digital: 978-85-473-3124-5


Edição: 1


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 02/07/2019


Número de páginas: 295


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Regina Lúcia Giffoni Luz de Brito.

Formação, prática docente e currículo: inquietações e interlocuções de professores apresenta como fio condutor a questão da formação de professores, abordando alguns pontos que afligiram e afligem não só a educação e o educador ontem e hoje, mas a própria sociedade. São itens tais como a questão da qualidade da educação e do professor e, por consequência, da prática docente e reflexões decorrentes sobre fatores intervenientes diretos ou indiretos relacionados à qualidade da ação docente. Dentre todos, salienta-se, nesse quadro, temas como a atratividade, a formação e a profissionalidade docente. Tais aspectos nos remetem a anunciar outros itens fundamentais para a qualidade da educação, sobretudo em relação ao processo ensino-aprendizagem de professores e alunos, questões curriculares e seus desdobramentos. São quesitos que, devido a sua amplitude, nos obrigam a fazer alguns recortes emblemáticos. Emblemáticos, uma vez que trazem, nas linhas e entrelinhas, preocupações configuradoras de uma rede temática encontrada em trabalhos científicos, em teses, dissertações e livros, demonstrando problemas que se arrastam na história da Educação Brasileira, os quais, dada a sua importância, saem do nicho acadêmico e transbordam como manchetes, estampando jornais, revistas e pautas de noticiários. Assim nos revelam as manchetes de jornais aqui apresentadas ou não, como é o caso de outras demandas relacionadas à formação de professores para atendimento de alunos hospitalizados ou com outras necessidades especiais, como as do aluno surdo. Desta feita, convidamos o leitor a compartilhar nossas reflexões, uma vez que acreditamos na força propulsora da Educação aliada ao efetivo trabalho docente para uma sociedade melhor e mais humana.