Diferença e Segregação

Ref: 978-85-473-2810-8

Desde sua criação, o Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da UFRJ teve como escopo a formação de pesquisadores e consequente divulgação dos projetos dos corpos docente e discente por meio da realização de simpósios e da publicação de livros e artigos nos mais diversos espaços. Hoje, completando 30 anos de existência, tal projeto continua impulsionando-nos, instigando-nos a buscar, junto a nossos pares, uma interlocução que auxilie na tarefa de trazer para o campo temas presentes na atualidade. A questão da diferença e da segregação é bastante polêmica, dividindo opiniões e muitas vezes fomentando conflitos e confrontos difíceis de administrar. Trata-se de um tema explorado amplamente por vários campos das ciências humanas, sem que se restrinja a estes, abarcando todas as rodas – das redes sociais à ficção de modo geral e suscitando os posicionamentos mais controversos. Por esse motivo, tornou-se imperioso disponibilizar subsídios tanto conceituais quanto práticos para iluminar esse debate. A Psicanálise não poderia esquivar-se dessa tarefa. Os dois termos que encabeçam a presente publicação não mantêm entre si uma relação de complementaridade, do tipo “se aceitarmos a diferença não teremos segregação”. A questão é muito mais complexa. E é nesse sentido que os artigos que este livro problematizam essa relação buscando subsídios no saber psicanalítico para elaborá-la.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-2810-8


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 12/07/2019


Número de páginas: 231


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Regina Herzog.

2. Marta Rezende Cardoso.

Desde sua criação, o Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da UFRJ teve como escopo a formação de pesquisadores e consequente divulgação dos projetos dos corpos docente e discente por meio da realização de simpósios e da publicação de livros e artigos nos mais diversos espaços. Hoje, completando 30 anos de existência, tal projeto continua impulsionando-nos, instigando-nos a buscar, junto a nossos pares, uma interlocução que auxilie na tarefa de trazer para o campo temas presentes na atualidade.

A questão da diferença e da segregação é bastante polêmica, dividindo opiniões e muitas vezes fomentando conflitos e confrontos difíceis de administrar. Trata-se de um tema explorado amplamente por vários campos das ciências humanas, sem que se restrinja a estes, abarcando todas as rodas – das redes sociais à ficção de modo geral e suscitando os posicionamentos mais controversos. Por esse motivo, tornou-se imperioso disponibilizar subsídios tanto conceituais quanto práticos para iluminar esse debate. A Psicanálise não poderia esquivar-se dessa tarefa.

Os dois termos que encabeçam a presente publicação não mantêm entre si uma relação de complementaridade, do tipo “se aceitarmos a diferença não teremos segregação”. A questão é muito mais complexa. E é nesse sentido que os artigos que este livro problematizam essa relação buscando subsídios no saber psicanalítico para elaborá-la.