Roupas: Histórias de Usos e Hierarquias

Ref: 978-85-537-0077-6

A moda forma uma linguagem que é a linguagem da roupa, mas que também é a linguagem do corpo. Com isto, ambas as linguagens se mantém em permanente interação, com o corpo ganhando novas formas, linhas, estruturas e volumes, ou seja, tendo sua linguagem moldada pela linguagem da roupa. É a constituição histórica deste processo que Ricardo Luiz de Souza estuda em Roupas: histórias de usos e hierarquias, abrangendo um período que vai da Antiguidade ao século XX. Não se trata, porém, de uma história do vestuário, e sim de uma análise histórica de seus usos e hierarquias, na qual é estudada as origens da moda, dos diferentes tipos de vestuário adotados em diversos períodos históricos e de como a s hierarquias sociais moldaram a escolha e o uso de tais vestuários. O estudo da moda, no presente texto, irá se restringir à história do vestuário, estando aí incluídos os adornos, os calçados, os penteados e os diferentes artefatos utilizados historicamente para cobrir a cabeça, até que, em um período recente, pelo menos no Ocidente, esta se viu definitivamente descoberta; afinal, tudo isto faz parte da história da aparência, interagindo com os sistemas da moda e deles fazendo parte.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-537-0077-6


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 08/08/2019


Número de páginas: 151


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Ricardo Luiz De Souza.

A moda forma uma linguagem que é a linguagem da roupa, mas que também é a linguagem do corpo. Com isto, ambas as linguagens se mantém em permanente interação, com o corpo ganhando novas formas, linhas, estruturas e volumes, ou seja, tendo sua linguagem moldada pela linguagem da roupa. É a constituição histórica deste processo que Ricardo Luiz de Souza estuda em Roupas: histórias de usos e hierarquias, abrangendo um período que vai da Antiguidade ao século XX. Não se trata, porém, de uma história do vestuário, e sim de uma análise histórica de seus usos e hierarquias, na qual é estudada as origens da moda, dos diferentes tipos de vestuário adotados em diversos períodos históricos e de como a s hierarquias sociais moldaram a escolha e o uso de tais vestuários. O estudo da moda, no presente texto, irá se restringir à história do vestuário, estando aí incluídos os adornos, os calçados, os penteados e os diferentes artefatos utilizados historicamente para cobrir a cabeça, até que, em um período recente, pelo menos no Ocidente, esta se viu definitivamente descoberta; afinal, tudo isto faz parte da história da aparência, interagindo com os sistemas da moda e deles fazendo parte.