Auditoria Aplicada ao Setor Público: Uma Análise sobre Percepção da Qualidade e Satisfação Geral do Auditado

Ref: 978-85-473-3276-1

A Constituição Brasileira, no artigo 70, institui a competência para realizar a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da administração pública ao Poder Legislativo, mediante o controle externo, e aos sistemas de controle interno de cada um dos poderes. A Constituição ainda determina o dever de prestarem contas todas as pessoas que utilizem, arrecadem e tenham sob sua guarda ou gestão recursos públicos. O interesse pelas contas públicas tem crescido no seio da sociedade ao longo dos anos, não só no Brasil, mas também em diversos outros países, pois cabe ao estado a arrecadação de tributos e o provimento de diversos serviços ao público. Para que seus objetivos sejam efetivamente atingidos, compete aos órgãos de controle, por meio de procedimentos de auditorias, analisar as contas públicas e a boa aplicação dos recursos públicos à luz das normas aplicáveis. 


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 42,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 18,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3276-1


ISBN Digital: 978-85-473-3277-8


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 02/08/2019


Número de páginas: 73


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Josaias Santana dos Santos.

A Constituição Brasileira, no artigo 70, institui a competência para realizar a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da administração pública ao Poder Legislativo, mediante o controle externo, e aos sistemas de controle interno de cada um dos poderes. A Constituição ainda determina o dever de prestarem contas todas as pessoas que utilizem, arrecadem e tenham sob sua guarda ou gestão recursos públicos. O interesse pelas contas públicas tem crescido no seio da sociedade ao longo dos anos, não só no Brasil, mas também em diversos outros países, pois cabe ao estado a arrecadação de tributos e o provimento de diversos serviços ao público. Para que seus objetivos sejam efetivamente atingidos, compete aos órgãos de controle, por meio de procedimentos de auditorias, analisar as contas públicas e a boa aplicação dos recursos públicos à luz das normas aplicáveis. Assim, busca-se neste livro discutir a qualidade percebida nos procedimentos de auditorias, bem como a satisfação geral dos agentes auditados. A obra demonstra, a partir de análise estatística, quais são os fatores determinantes da qualidade da auditoria percebida no setor público e da satisfação geral do auditado, sob a percepção dos gestores públicos e servidores atuantes em áreas afins. Utilizou-se a análise estatística para testar diversas variáveis, como “experiência do auditor”, “expertise na contabilidade e auditoria do setor público”, “sensibilidade ao planejamento da administração”, “ética e diligência”, “independência e zelo profissional”, “envolvimento do coordenador da equipe de auditoria”, “conhecimento dos sistemas contábeis”, “estudo do controle interno”, “ceticismo profissional”, “prazos exequíveis”, “otimização do tempo”, “contato com o auditado”, “relatório compreensível” e o “tribunal de contas”, e os impactos dessas variáveis na qualidade percebida e na satisfação do auditado. Este livro destina-se aos gestores públicos, auditores, acadêmicos, pesquisadores e demais interessados no tema da qualidade da auditoria aplicada ao setor público.