Desafios da Presença de Conhecimentos e Saberes Africanos e Afrodescendentes

Ref: 978-85-473-3118-4

A presente obra é o resultado dos trabalhos desenvolvidos pelos discentes do programa de Mestrado Acadêmico de Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis, especialmente no componente obrigatório: História Sociocultural Africana e dos Afrodescendentes. Essa disciplina pretende aprofundar os conhecimentos da formação de história e cultura dos Africanos e seus descendentes na diáspora em diversos domínios: religioso, literários, arte-culinária, política, agronomia, saúde, educação etc. Os textos presentes nesta obra coletiva, sumariamente, são: “Desafios de construção dos saberes e conhecimentos Africanos e Afrodescendentes a partir das dinâmicas sócio-históricas”; “A Contribuição da Literatura para o Conhecimento e Reconhecimento da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana”; “Inserção de Jogos Matemáticos oriundos da África como meio de estimular o interesse pela Cultura Africana nas escolas de Redenção (CE), “A Influência Africana na Culinária Brasileira”; “A Presença da Cultura Africana: estudo e aplicabilidade do Jogo Mancala numa escola pública em Paracuru (CE)”; “A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra no Brasil e as principais doenças que acometem a população”; “O Xamanismo da Jurema na Cultura Indígena e Africana”; “Cotas Raciais: Revisão e Análise de Artigos não Citados entre 2013 e 2015”; “A Lei 10.639/03 no Contexto da Educação de Jovens e Adultos no CEJA Donaninha Arruda em Baturité (CE)”; “Integração Internacional: Uma análise do rendimento acadêmico dos Africanos no Curso de Graduação de Enfermagem da Unilab Polo Acarape-CE”.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3118-4


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 24/08/2019


Número de páginas: 167


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 23 cm


Comprimento: 16 cm


Altura: 2 cm


1. Luís Tomás Domingos.

2. Rosalva Maria Girão Pereira Nogueira.

A presente obra é o resultado dos trabalhos desenvolvidos pelos discentes do programa de Mestrado Acadêmico de Sociobiodiversidade e Tecnologias Sustentáveis, especialmente no componente obrigatório: História Sociocultural Africana e dos Afrodescendentes. Essa disciplina pretende aprofundar os conhecimentos da formação de história e cultura dos Africanos e seus descendentes na diáspora em diversos domínios: religioso, literários, arte-culinária, política, agronomia, saúde, educação etc. Os textos presentes nesta obra coletiva, sumariamente, são: “Desafios de construção dos saberes e conhecimentos Africanos e Afrodescendentes a partir das dinâmicas sócio-históricas”; “A Contribuição da Literatura para o Conhecimento e Reconhecimento da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana”; “Inserção de Jogos Matemáticos oriundos da África como meio de estimular o interesse pela Cultura Africana nas escolas de Redenção (CE), “A Influência Africana na Culinária Brasileira”; “A Presença da Cultura Africana: estudo e aplicabilidade do Jogo Mancala numa escola pública em Paracuru (CE)”; “A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra no Brasil e as principais doenças que acometem a população”; “O Xamanismo da Jurema na Cultura Indígena e Africana”; “Cotas Raciais: Revisão e Análise de Artigos não Citados entre 2013 e 2015”; “A Lei 10.639/03 no Contexto da Educação de Jovens e Adultos no CEJA Donaninha Arruda em Baturité (CE)”; “Integração Internacional: Uma análise do rendimento acadêmico dos Africanos no Curso de Graduação de Enfermagem da Unilab Polo Acarape-CE”. Esses capítulos tratam de experiências de vida individuais e/ou coletivas que se perpetuam no tempo e espaço, de geração em geração dos Africanos e seus descendentes na África, no mundo e, em particular, no Brasil. Os conceitos de tempo e espaço, nesse contexto, permitem compreender e explicar as teorias, atitudes, práticas etc. dos Africanos e seus descendentes, não somente na tradição, mas, também, na modernidade. O conceito africano de ser humano, nas suas múltiplas dimensões e forças, está reconciliado consigo mesmo, com o Cosmos, seus antepassados, seus descendentes, os que virão a nascer e seus contemporâneos espalhados pela diáspora. Destarte, as temáticas transversais expostas nesta obra complementam, aprofundam e são fundamentais para o estudo da História sociocultural dos Africanos e afrodescendentes.