Cafeicultura do Cerrado Mineiro: Inovação Tecnológica e Análise Bibliométrica

Ref: 978-85-473-3212-9

Cafeicultura do Cerrado Mineiro: Inovação Tecnológica e Análise Bibliométrica é uma obra que agrega relevância à cafeicultura da Região do Cerrado Mineiro na medida em que a contextualiza características importantes de sua dinâmica produtiva. A cafeicultura brasileira é referência mundial em volume e qualidade de produção. Se considerarmos especificamente as diferenciações da cafeicultura praticada na região do cerrado mineiro, o Brasil ganha ainda mais notoriedade, dada a customização do número de inovações tecnológicas implementadas, resultado de parcerias entre os produtores, instituições de mercado e a academia.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3212-9


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 04/09/2019


Número de páginas: 75


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Tony Garcia Silva.

Cafeicultura do Cerrado Mineiro: Inovação Tecnológica e Análise Bibliométrica é uma obra que agrega relevância à cafeicultura da Região do Cerrado Mineiro na medida em que a contextualiza características importantes de sua dinâmica produtiva. A cafeicultura brasileira é referência mundial em volume e qualidade de produção. Se considerarmos especificamente as diferenciações da cafeicultura praticada na região do cerrado mineiro, o Brasil ganha ainda mais notoriedade, dada a customização do número de inovações tecnológicas implementadas, resultado de parcerias entre os produtores, instituições de mercado e a academia.

O investimento em pesquisa para o desenvolvimento de inovações tecnológicas tornou-se fundamental para a ampliação da competitividade de um país. Nesta obra, foram constatadas ocorrências típicas de “inovações tecnológicas”, porém notou-se a ausência da utilização específica desses termos, bem como suas derivações. O livro condensa e analisa de forma crítica os trabalhos científicos publicados até então – nas bases de dados citadas – fato que colabora não só para se averiguar as ações consolidadas, como também para propor caminhos para novas pesquisas. Além disso, colabora também para demonstrar a importância da análise bibliométrica para a gestão de pesquisas científicas, utilizando-se, para tanto, do ambiente produtivo da cafeicultura da região do cerrado mineiro.

A obra tem o mérito de estimular o desenvolvimento de novas pesquisas na medida em que aponta o pequeno número de trabalhos publicados até o momento, ou seja, a cafeicultura da região do cerrado mineiro ainda é pouco explorada pela academia. Mostra-se ainda útil para pesquisadores e instituições de mercado, oferecendo uma visão holística acerca de uma temática específica, podendo inclusive colaborar para o desenvolvimento de estratégias empresariais e políticas públicas. A leitura é confortável e com potencial para atender a demandas do público em geral e de especialistas.