Encontro de Travessias: Adélia Prado e Guimarães Rosa

Ref: 978-85-473-3206-8

Leitora contumaz de Grande sertão: veredas, Adélia Prado encontrou em Guimarães Rosa a religiosidade que caracteriza muitos de seus poemas. Dentre as referências da poeta ao criador de Riobaldo, há uma que situa precisamente sua obra poética: a percepção híbrida do sagrado em meio ao cotidiano. Ambos os mineiros fazem uso da linguagem como canal de passagem do imanente para o transcendente e da relação possível entre a experiência mística e a poesia, configurando-se para Adélia Prado o romance rosiano como “sua Bíblia Literária”.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3206-8


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 04/09/2019


Número de páginas: 127


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Cláudia Gisele Toledo.

Leitora contumaz de Grande sertão: veredas, Adélia Prado encontrou em Guimarães Rosa a religiosidade que caracteriza muitos de seus poemas. Dentre as referências da poeta ao criador de Riobaldo, há uma que situa precisamente sua obra poética: a percepção híbrida do sagrado em meio ao cotidiano. Ambos os mineiros fazem uso da linguagem como canal de passagem do imanente para o transcendente e da relação possível entre a experiência mística e a poesia, configurando-se para Adélia Prado o romance rosiano como “sua Bíblia Literária”.