Altino: Memórias de um Repórter

Ref: 978-85-473-3047-7

Uma vida inteira dedicada ao jornalismo. Uma personalidade inquieta que evidenciava o prazer e o compromisso pela notícia. Ao longo de seus mais de 60 anos de carreira, trabalhando para veículos de circulação nacional, como Folha da Tarde, Folha de S. Paulo, Jornal do Brasil, Notícias Populares, O Estado de S. Paulo, O Globo e Última Hora, Altino Correia relatou histórias memoráveis que tornaram a região de Presidente Prudente, interior de São Paulo, conhecida além de seus limites territoriais. Registros jornalísticos que traduziam o desenvolvimento do interior do estado e, ao mesmo tempo, a expansão do jornalismo nessa região, entre as décadas de 1950 e 1980. As dificuldades para se exercer a profissão ficaram para trás, mas o desafio em trazer episódios de cunho social e econômico permaneceu. Como um contador de histórias, Altino nunca deixará que essa natureza morra dentro de si.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 24,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3047-7


ISBN Digital: 978-85-473-3047-7


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 21/09/2019


Número de páginas: 211


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Anne Abe.

2. Camilla Saldanha.

3. Nellise Pinheiro.

4. Stephanee Melo.

Uma vida inteira dedicada ao jornalismo. Uma personalidade inquieta que evidenciava o prazer e o compromisso pela notícia. Ao longo de seus mais de 60 anos de carreira, trabalhando para veículos de circulação nacional, como Folha da Tarde, Folha de S. Paulo, Jornal do Brasil, Notícias Populares, O Estado de S. Paulo, O Globo e Última Hora, Altino Correia relatou histórias memoráveis que tornaram a região de Presidente Prudente, interior de São Paulo, conhecida além de seus limites territoriais. Registros jornalísticos que traduziam o desenvolvimento do interior do estado e, ao mesmo tempo, a expansão do jornalismo nessa região, entre as décadas de 1950 e 1980. As dificuldades para se exercer a profissão ficaram para trás, mas o desafio em trazer episódios de cunho social e econômico permaneceu. Como um contador de histórias, Altino nunca deixará que essa natureza morra dentro de si.