Adoção de Sistema de Informação Geográfica

Ref: 4431423

Na Constituição de 1988, a defesa do meio ambiente passou a ser um dos princípios a serem observados nas atividades econômicas, incorporando o conceito de desenvolvimento sustentável, que preconiza a preocupação constante com o gerenciamento e a preservação dos recursos para as gerações futuras.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 44,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 20,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-8192-711-4


ISBN Digital: 978-85-473-2078-2


Edição: 1


Ano da edição: 2015


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 85


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Janine Molinari Mello.

Na Constituição de 1988, a defesa do meio ambiente passou a ser um dos princípios a serem observados nas atividades econômicas, incorporando o conceito de desenvolvimento sustentável, que preconiza a preocupação constante com o gerenciamento e a preservação dos recursos para as gerações futuras.
Neste livro, a autora apresenta o conceito de Geoprocessamento e de Sistemas de Informação Geográfica - SIG -, além de abordar, de forma simples e objetiva, os fatores que influenciam a adoção de tal tecnologia, fundamental para atividades relacionadas ao meio físico, passando por aplicações na área de logística para a entrega de produtos até aquelas que envolvem conhecimento, gestão e preservação do meio ambiente, indo ao encontro do conceito de desenvolvimento sustentável.
A escolha do Serviço Geológico do Brasil - CPRM - contribui para destacar o relevante papel dessa empresa pública federal, que tem como missão "gerar e difundir o conhecimento geológico e hidrológico básico para o desenvolvimento sustentável do Brasil", e que, nesse contexto, faz uso intensivo do Geoprocessamento e de Sistemas de Informação Geográfica, além de organizar e disponibilizar, na forma de Bancos de Dados, a memória geológica e hidrológica do País. (Manoel Barretto da Rocha Neto - Diretor-Presidente da CPRM-Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais).