Televisão: Linguagem e Significação

Ref: 978-85-473-3980-7

A observação de dinâmicas que regem a produção de sentido nos conteúdos televisivos e seu protagonismo nos fluxos de consumo de bens simbólicos na sociedade midiatizada parte de um olhar semiótico sobre discursos e seus modos de inserção na esfera cultural. A necessidade de adotar novas estratégias enunciativas nos processos comunicacionais em constante transformação em função da apropriação dos recursos tecnológicos impacta os regimes de interação social na comunicação televisiva. Desde a busca pela compreensão da configuração das estruturas narrativas nos diferentes formatos de programas de televisão, não somente em conteúdos ficcionais, mas também nos discursos pautados pelo efeito de sentido de dizer verdadeiro, como os jornalísticos, a obra lança um olhar sobre as estratégias enunciativas de produções televisivas no bojo das transformações tecnológicas que forjam o ecossistema midiático marcado pela digitalização dos meios neste início do século XXI.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 70,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 31,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-3980-7


ISBN Digital: | 978-85-473-3981-4


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 02/12/2019


Número de páginas: 265


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Ana Silvia Lopes Davi Médola.

A observação de dinâmicas que regem a produção de sentido nos conteúdos televisivos e seu protagonismo nos fluxos de consumo de bens simbólicos na sociedade midiatizada parte de um olhar semiótico sobre discursos e seus modos de inserção na esfera cultural. A necessidade de adotar novas estratégias enunciativas nos processos comunicacionais em constante transformação em função da apropriação dos recursos tecnológicos impacta os regimes de interação social na comunicação televisiva. Desde a busca pela compreensão da configuração das estruturas narrativas nos diferentes formatos de programas de televisão, não somente em conteúdos ficcionais, mas também nos discursos pautados pelo efeito de sentido de dizer verdadeiro, como os jornalísticos, a obra lança um olhar sobre as estratégias enunciativas de produções televisivas no bojo das transformações tecnológicas que forjam o ecossistema midiático marcado pela digitalização dos meios neste início do século XXI.