Introdução à Avaliação de Impacto e Retorno Econômico de Programas Sociais

Ref: 978-85-473-4025-4

Este livro trata, de maneira simples e didática, os conceitos da avaliação econômica, tema de muito interesse e que vem ganhando a cada dia um espaço na agenda dos formuladores de políticas públicas. O texto foi planejado tendo em vista um público formado por alunos da graduação e de cursos profissionalizantes relacionados ao tema, e também para gestores de entidades do terceiro setor e dos vários níveis do governo e setores privados que desejam dar continuidade ao entendimento da avaliação econômica.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 23,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-4025-4


ISBN Digital: 978-85-473-4025-4


Edição:


Ano da edição: 2019


Data de publicação: 12/02/2020


Número de páginas: 169


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Carlos Enrique Carrasco Gutierrez.

2. Renata Cristina Teixeira da Silva.

Este livro trata, de maneira simples e didática, os conceitos da avaliação econômica, tema de muito interesse e que vem ganhando a cada dia um espaço na agenda dos formuladores de políticas públicas. O texto foi planejado tendo em vista um público formado por alunos da graduação e de cursos profissionalizantes relacionados ao tema, e também para gestores de entidades do terceiro setor e dos vários níveis do governo e setores privados que desejam dar continuidade ao entendimento da avaliação econômica.
As ferramentas e métodos clássicos de avaliação de impacto foram apresentados, entre eles os de seleção aleatória e os não experimentais, com exemplos e estudos de caso.
No estudo de caso apresentado, aprendemos como aplicar as ferramentas da análise de avaliação econômica e como os resultados podem ser importantes para o entendimento da dimensão de projetos sociais parecidos. A participação do governo nesse tipo de programa é importante, uma vez que evidenciamos que medidas simples, como a concessão de bolsas, podem influenciar e mudar a vida das pessoas tanto na fase escolar quanto no mercado de trabalho. Certamente, isso ajudará a reforçar a importância das políticas de diminuição da desigualdade educacional e da desigualdade de renda no Brasil.