A Experiência da Leitura entre Adolescentes: Rio De Janeiro e Barcelona

Ref: 978-85-473-4231-9

Por meio de uma estimulante pesquisa realizada com adolescentes do Rio de Janeiro e de Barcelona, este livro procura questionar as “verdades” sobre a relação dos adolescentes com o livro e a leitura. Para isso, Isabel Travancas, pesquisadora da área de comunicação, decidiu ir ao encontro dos adolescentes de escolas públicas e privadas dessas cidades para ouvi-los.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 24,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-4231-9


ISBN Digital: 978-85-473-4232-6


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 18/02/2020


Número de páginas: 121


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Isabel Siqueira Travancas.

Por meio de uma estimulante pesquisa realizada com adolescentes do Rio de Janeiro e de Barcelona, este livro procura questionar as “verdades” sobre a relação dos adolescentes com o livro e a leitura. Para isso, Isabel Travancas, pesquisadora da área de comunicação, decidiu ir ao encontro dos adolescentes de escolas públicas e privadas dessas cidades para ouvi-los.
A autora traça um percurso que parte da teoria, dos conceitos de livro, leitura e recepção, chegando à parte empírica, aos leitores. Para isso utilizou a bagagem teórica das ciências humanas e sociais, em particular a comunicação, a história e a antropologia, acompanhando os grandes nomes da história do livro e da leitura, como Roger Chartier, Robert Darnton e Alberto Manguel, para chegar ao leitor, este desconhecido.
A associação entre leitura e obrigação é a chave para compreender o ponto de vista do leitor. Os jovens reclamam por serem obrigados a ler livros que não escolheram e dos quais não gostam. Dizem que não são ouvidos, que seus gostos e escolhas não importam na maioria das vezes. As escolas ressaltam que são um espaço de conhecimento dos clássicos, da literatura do país, das grandes obras. E que as redes sociais e as mídias digitais ocupam, cada vez mais, o tempo dos estudantes, afastando-os dos livros.
Nas duas cidades, a escola não é a única influência sobre os jovens. A família, em especial as mães, têm um papel muito importante. Determinante, muitas vezes. São suas “contações de história” à noite, quando seus filhos ainda são pequenos, que os embalam e os levam para mundos distantes, estranhos, perigosos e também fascinantes. Não há dúvida de que mães leitoras têm muito mais chance de terem filhos leitores.
Portanto esta obra é fundamental tanto pela novidade da abordagem, quanto pela qualidade da pesquisa realizada.