Freud e a Coisa

Ref: 978-85-473-4406-1

Ao se tratar do humano, há sempre um mistério. Há sempre a possibilidade de encontrar em nossas realidades, pareçam elas externas ou internas, um elemento da ordem do incognoscível, incompreensível e indefinido. Durante um sofrimento, eu poderia dizer: alguma coisa não me faz bem. Independentemente de seu significado, esse nosso substantivo coringa, coisa, parece ser uma expressão muito útil para uso ocasional e nos encontros com algo indefinido.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00 R$ 41,40 10% off
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 46,00 R$ 20,00 57% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-4406-1


ISBN Digital: 978-85-473-4407-8


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 18/02/2020


Número de páginas: 163


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Fabio Brinholli.

Ao se tratar do humano, há sempre um mistério. Há sempre a possibilidade de encontrar em nossas realidades, pareçam elas externas ou internas, um elemento da ordem do incognoscível, incompreensível e indefinido. Durante um sofrimento, eu poderia dizer: alguma coisa não me faz bem. Independentemente de seu significado, esse nosso substantivo coringa, coisa, parece ser uma expressão muito útil para uso ocasional e nos encontros com algo indefinido.
No contexto clínico, a expressão aparece com muita frequência, e com uma aparência especial, nos casos em que o paciente fala de algo que parece determinar seu sofrimento, mas a princípio só consegue referir-se de forma indeterminada como alguma coisa. Não faltam fenômenos incompreensíveis na clínica psicanalítica. Contudo o interesse deste livro não é o de apresentar casos clínicos e tentar revelar seus mistérios. O intuito desta obra é mais restrito. Trata-se de localizar na obra de Freud a presença da expressão das Ding, que seria o equivalente na língua alemã de a coisa.
O que Freud chama de a Coisa? Essa é a pergunta que este livro procura responder. Investigando os textos iniciais de sua obra, partiremos para algumas diretrizes de sentido para essa expressão. A expectativa é a de que os resultados da reconstrução a ser feita auxiliem a compreender e melhor situar as próprias contribuições freudianas e pós-freudianas sobre o assunto.