Deus: as Evidências; O Reaparecimento do Sagrado

Ref: 978-85-473-4614-0

Neste mundo materialista e dessacralizado, não é muito bem aceita a ideia de se falar sobre Deus. Friederich Nietzsche, o filósofo maldito da Filosofia firmou que “Deus está morto!”.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 59,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 26,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-4614-0


ISBN Digital: 978-85-473-4615-7


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 28/03/2020


Número de páginas: 115


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Carlos Alberto Tinoco.

Neste mundo materialista e dessacralizado, não é muito bem aceita a ideia de se falar sobre Deus. Friederich Nietzsche, o filósofo maldito da Filosofia firmou que “Deus está morto!”. Não há mais lugar para Deus na pós-modernidade. Atualmente já é possível extrair parte do DNA de qualquer espécie, desenhar esse gene arrancado, fabricá-lo e em seguida, colocá-lo no locar faltante e germinar. Assim, podemos ter “uma vaca com cabeça de porco” ou qualquer outra monstruosidade desse tipo. Houve projetos científicos para que fossem produzidos vários corpos humanos sem cabeças disponíveis para transplante de órgãos. Chegou a ser pensado o patenteamento de genes. Isso porque o complexo genoma humano estava sendo cogitado. Em outras palavras, haveria empresas proprietária de genes humanos. Interesses financeiros sempre prevalecem sobre valores éticos e religiosos. Ao reprogramar o código genético, não estaríamos arriscando uma fatal interrupção em milhões e milhões de anos de evolução? Poderemos programar previamente os nossos bebês? Não estaríamos “brincando de Deus”? Deus: as evidências – o reaparecimento do Sagrado é uma pequena contribuição para um retorno ao encanto da vida e do mundo, soterrados por concepções materialistas e ateísticas.