O Pensamento Político do Brigadeiro Eduardo Gomes (1922-1950)

Ref: 978-65-5523-119-9

O livro O pensamento político do Brigadeiro Eduardo Gomes (1922-1950) traz à tona um trabalho inédito dentro da historiografia brasileira sobre um personagem político-militar ilustre do século XX.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 24,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-119-9


ISBN Digital: 978-65-5523-109-0


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 20/04/2020


Número de páginas: 247


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Lucas Mateus Vieira de Godoy Stringuetti.

O livro O pensamento político do Brigadeiro Eduardo Gomes (1922-1950) traz à tona um trabalho inédito dentro da historiografia brasileira sobre um personagem político-militar ilustre do século XX. Sua história é muito importante, uma vez que possibilita compreendermos não só a difícil relação entre militares e civis no contexto político nacional, mas também para o entendimento de movimentos revolucionários ocorridos no século passado, os quais contaram com a participação de Gomes.

Por meio de dois objetivos, este livro discute e investiga a participação de Eduardo Gomes (1896-1981) nos movimentos tenentistas de 1922, denominado “os 18 do Forte de Copacabana”, ocorrido no Rio de Janeiro, e em 1924, na chamada Revolução de 1924, acontecida em São Paulo, bem como a ideologia política dos movimentos, a fim de analisar a posição política de Gomes nesse momento histórico. Segundo, analisa os discursos políticos do Brigadeiro, considerando dois temas: as questões dos trabalhadores e da educação no Brasil, em suas duas candidaturas à Presidência da República pelo partido da União Democrática Nacional (UDN), nos anos de 1945 e 1950. Os assuntos dos discursos políticos selecionados foram pensados considerando a relevância desses temas para a época e também porque são sempre muito discutidos. Nesse sentido, a intenção central da obra foi examinar o pensamento político de Eduardo Gomes nesses dois acontecimentos distintos, com o intuito de sabermos se sua posição ideológica modificou-se ou não entre esses dois períodos, isto é, como integrante do tenentismo e, posteriormente, como candidato por duas vezes à Presidência da República pela UDN. A interpretação dos discursos do Brigadeiro não só possibilita entender a ideologia política dos movimentos tenentistas (1922-24) como também compreender o programa de governo da UDN. Concomitantemente, a obra analisa as biografias que foram escritas sobre Gomes.

Nada é mais atual do que trazermos ao público leitor uma análise do pensamento político de uma figura política-militar de destaque do século XX, no momento em que temos um presidente militar no poder. Além disso, esta leitura torna-se fundamental a todos que se interessam pelas relações entre militares e civis e a história política do Brasil.