Inclusão: Uma Questão de Atitude

Ref: 978-85-473-4433-7

O livro INCLUSÃO: Uma Questão de ATITUDE nos traz algumas reflexões sobre a Educação Inclusiva na universidade. Aluno com Deficiência Visual em um curso de graduação. Conquistas, desafios, superações, muito empenho e determinação, essas são características dessas pessoas em busca de um diploma de graduação. Nesse viés, a universidade não pode ficar indiferente nem neutra em face do movimento de Educação Inclusiva. O apoio educativo constitui pedra basilar para que a inclusão se realize. A educação não é apenas uma opção; revela-se um direito do qual nenhuma pessoa pode ser cerceada.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-85-473-4433-7


ISBN Digital: 978-85-473-4434-4


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 28/05/2020


Número de páginas: 155


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Rosemari Silva da Veiga.

O livro INCLUSÃO: Uma Questão de ATITUDE nos traz algumas reflexões sobre a Educação Inclusiva na universidade. Aluno com Deficiência Visual em um curso de graduação. Conquistas, desafios, superações, muito empenho e determinação, essas são características dessas pessoas em busca de um diploma de graduação. Nesse viés, a universidade não pode ficar indiferente nem neutra em face do movimento de Educação Inclusiva. O apoio educativo constitui pedra basilar para que a inclusão se realize. A educação não é apenas uma opção; revela-se um direito do qual nenhuma pessoa pode ser cerceada.

Nesse panorama, ganha força o modelo social da deficiência, que muda radicalmente o cerne da questão. A deficiência passa a ser vista como reflexo das barreiras impostas pela sociedade. Nessa perspectiva, é a sociedade que precisa transformar-se para dar às pessoas com deficiências o acesso às condições estruturais e humanas para desenvolvimento das potencialidades que apresentam.