Meu Aluno Escreve como Fala, e Agora? Uma Intervenção Bem-Sucedida no Ensino Fundamental Ii

Ref: 978-65-5523-197-7

Desde que as políticas educacionais do Brasil têm tentado dar maior “fluidez” ao percurso escolar dos alunos, por meio dos mais diversos programas de “aceleração” e do sistema de progressão continuada, um fenômeno tem chamado a atenção: os alunos estão avançando nos anos escolares, mas não em aprendizagem, pelo menos não no que se espera deles.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-197-7


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 29/05/2020


Número de páginas: 149


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Alcione de Oliveira Souza.

Desde que as políticas educacionais do Brasil têm tentado dar maior “fluidez” ao percurso escolar dos alunos, por meio dos mais diversos programas de “aceleração” e do sistema de progressão continuada, um fenômeno tem chamado a atenção: os alunos estão avançando nos anos escolares, mas não em aprendizagem, pelo menos não no que se espera deles.
Como consequência, muitos têm chegado aos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) sem apresentar as competências básicas em leitura e escrita, e têm ingressado no ensino médio com as mesmas dificuldades. Uma realidade que vem preocupando e frustrando os professores, sobretudo os de língua portuguesa, já que, mesmo não sendo formados para alfabetizar, acabam recebendo muitas cobranças nesse sentido.
Pensando nisso, decidi elaborar e implementar um Plano de Intervenção envolvendo alunos do 6º ano do ensino fundamental, com dificuldades de escrita, com base nas contribuições teóricas da Linguística Cognitiva, bem como nos resultados positivos alcançados por estudos que apontam o desenvolvimento da consciência fonológica como uma estratégia importante no tratamento de dificuldades ortográficas causadas pela influência da oralidade na escrita.
Assim, após comprovada a eficácia do projeto, resolvi compartilhar a experiência bem-sucedida neste livro, esperando não apenas fornecer aos meus colegas professores (especialmente os de língua portuguesa e alfabetizadores) mais um subsídio teórico-metodológico útil no ensino da nossa língua materna, mas, principalmente, a coragem necessária para bem realizarem seu trabalho, apesar dos tantos problemas enfrentados, em sala de aula (ou fora dela), exercendo, com orgulho e consciência, a profissão que tanto amam.