Narrativas de Mães Brasileiras e Francesas: Um Estudo Transcultural

Ref: 978-65-86034-18-9

A maternidade nos dias de hoje tornou-se uma tarefa altamente complexa, por conta das mudanças vertiginosas e contínuas nas expectativas e valores relativos à família, que resultam em uma inquietante fluidez de parâmetros para orientar a mulher. Essas transformações históricas são absorvidas de modo diferente de acordo com o cenário sociocultural em que a mulher vive com a sua prole, que as acomoda segundo os preceitos, as crenças e as convenções de sua comunidade.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 76,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 27,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-86034-18-9


ISBN Digital: 978-65-86034-06-6


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 08/06/2020


Número de páginas: 317


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Helena Ferreira Benate Bomfim.

2. Valeria Barbieri.

A maternidade nos dias de hoje tornou-se uma tarefa altamente complexa, por conta das mudanças vertiginosas e contínuas nas expectativas e valores relativos à família, que resultam em uma inquietante fluidez de parâmetros para orientar a mulher. Essas transformações históricas são absorvidas de modo diferente de acordo com o cenário sociocultural em que a mulher vive com a sua prole, que as acomoda segundo os preceitos, as crenças e as convenções de sua comunidade. Desse modo, a maternidade varia tanto histórica como geograficamente. Visto que o relacionamento entre a mãe e a criança é fundamental para a constituição do ser humano, o amadurecimento emocional infantil se configuraria, portanto, de modo diferente de acordo com as variadas experiências da maternidade em distintos contextos socioculturais. Com base nessa perspectiva, Narrativas de mães brasileiras e francesas: um estudo transcultural é fruto de uma pesquisa de doutorado que buscou compreender, a partir da teoria psicanalítica winnicottiana, a experiência materna de mulheres francesas e brasileiras com bebês de até 11 meses de idade, no intuito de identificar o modo como a cultura perpassa essa vivência, discernindo suas similaridades e distinções. O livro contempla 16 relatos de mulheres brasileiras e francesas, em que elas expressam os seus sentimentos e pensamentos, por vezes paradoxais, referentes ao vínculo com o seu bebê, bem como os prazeres e frustrações da maternidade, permitindo entrever os elementos comuns e específicos conforme a sua cultura de origem. Desse modo, ele compartilha de uma concepção que considera a dimensão cultural do desenvolvimento emocional humano, e debate as capacidades da teoria psicanalítica winnicottiana para abarcar essa ótica.