Comunidade e Comunicação II: Ensaio sobre o Ser-Com

Ref: 978-65-5523-337-7

O ser-com é a anterioridade do ser. Indica uma procedência. Foi por um gesto interpretativo, pela supressão do -com, que o ser pôde emergir solitário ganhando o status de irredutível e absoluto na tradição filosófica. Mas o -com, já dizia Jean-Luc Nancy, “é a pré-posição da posição em geral”.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 56,00 R$ 33,60 40% off
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-337-7


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 03/08/2020


Número de páginas: 175


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Eduardo Yuji Yamamoto .

O ser-com é a anterioridade do ser. Indica uma procedência. Foi por um gesto interpretativo, pela supressão do -com, que o ser pôde emergir solitário ganhando o status de irredutível e absoluto na tradição filosófica. Mas o -com, já dizia Jean-Luc Nancy, “é a pré-posição da posição em geral”. Neste ensaio, Eduardo Yuji Yamamoto retoma o contexto de aparição do ser-com no pensamento contemporâneo e explora a potência desse termo para compreender a amplitude e a complexidade dos fenômenos da comunidade e da comunicação. Questões urgentes como a dificuldade de convivência com a diversidade, o fechamento em grupos identitários como as redes sociais digitais, e até a violência contra formas de vida não institucionalizadas parecem hoje insuperáveis dada a ausência dessa preposição (-com) na formulação teórica e prática da experiência humana. Com o seu desvelamento, todavia, o autor amplia o significado dos conceitos de comunidade e comunicação, dando visibilidade a essa dimensão esquecida do -com. Assim, comunidade deixa de ser mera identidade para referir-se também a um processo interminável de subjetivação, do mesmo modo que a comunicação supera a ideia de transmissão e passa a designar a liberdade do relacionamento dos seres humanos no mundo.