Arte_Comunicação_Móvel: Criatividade e Arte no Uso do Smartphone

Ref: Arte_comunicação_móvel: criatividade e a

Arte_comunicação_móvel: criatividade e arte no uso do smartphone lança um olhar sobre as tecnologias móveis e o universo que se abre para a criação de conteúdos para esses dispositivos. Consideravelmente recente na história das mídias, os smartphones são hoje plataformas que endereçam conteúdo móvel para o usuário, que o carrega no bolso e pode acessá-lo a qualquer momento


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 22,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0568-0


ISBN Digital: 978-85-473-2397-4


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 167


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Tiago Franklin Rodrigues Lucena.

Arte_comunicação_móvel: criatividade e arte no uso do smartphone lança um olhar sobre as tecnologias móveis e o universo que se abre para a criação de conteúdos para esses dispositivos. Consideravelmente recente na história das mídias, os smartphones são hoje plataformas que endereçam conteúdo móvel para o usuário, que o carrega no bolso e pode acessá-lo a qualquer momento. O livro apresenta um panorama das linguagens artísticas, além de propostas de entretenimento e de comunicação voltadas para esses dispositivos. Para tanto inicia a reflexão tomando o campo do audiovisual para refletir sobre tendências e caminhos apontados pelos artistas, designers e comunicadores nos mais diversos campos e experimentos: desde entretenimento e publicidade até ativismo e ações de saúde. O autor também se relembra de sua atividade como diretor de Mídias e como professor e pesquisador para criar um texto dinâmico, rico em referências e abrangente. Por tudo isso, a obra torna-se leitura obrigatória para curiosos e estudiosos de diversas áreas que queiram trabalhar e compreender o mundo das mídias móveis. Olhar para os dispositivos móveis como uma ferramenta e especular quais são os caminhos e conteúdos que se podem criar para esses dispositivos é o que se espera do leitor ao final da leitura do livro.