Implicâncias e Implicações de uma Trabalhadora Social

Ref: 978-65-86034-10-3

A experiência vivida como integrante da Equipe de Trabalho Técnico Social (ETTS), responsável pela operacionalização da intervenção realizada pelo Trabalho Social do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nas favelas do Rio de Janeiro, entre os anos de 2008 a 2012, foi o acontecimento agenciador cujas narrativas de algumas cenas rememoradas pretendem, nesta obra, dar contorno às análises acerca dos discursos da participação social na contemporaneidade.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 74,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-86034-10-3


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 18/08/2020


Número de páginas: 259


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Raphaella Fagundes Daros.

A experiência vivida como integrante da Equipe de Trabalho Técnico Social (ETTS), responsável pela operacionalização da intervenção realizada pelo Trabalho Social do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nas favelas do Rio de Janeiro, entre os anos de 2008 a 2012, foi o acontecimento agenciador cujas narrativas de algumas cenas rememoradas pretendem, nesta obra, dar contorno às análises acerca dos discursos da participação social na contemporaneidade. Trabalho de elaboração de uma memória de trabalhadora social convocado pelas implicâncias e incômodos produzidos diante das recusas da população à adesão das instâncias de participação propostas, esta pesquisa refere-se à realização de um trabalho ético, em que o exercício do cuidado de si direciona-se ao cuidado com a atividade, com as práticas que envolvem, por conseguinte, o cuidado com o outro. Sair de um lugar sobreimplicado e produzir multi-implicação, eis o desafio enfrentado na escrita deste livro. Ao compartilhar com o leitor suas memórias e o exercício de análise de suas implicações, a autora visa intervir nas boas intenções que atravessam e constituem historicamente as práticas de muitos trabalhadores sociais, atualizando-se nas práticas contemporâneas. Partindo da afirmação de que a participação social sempre trata de projetos políticos em disputa, a obra busca intervir na naturalização dos sentidos do participar, criando bases de sustentação para a invenção de outros sentidos de participação social e outras formas de ser trabalhador social no presente.