Maria Junqueira Schmidt: um Projeto de Fé em Favor da Família

Ref: 978-65-5523-604-0

A presente obra tem como objeto o projeto de educação para as famílias veiculado em quatro livros publicados entre os anos de 1958 a 1967, escritos por Maria Junqueira Schmidt, professora e intelectual católica, que circulou dentro e fora do Brasil e que também teve algumas obras publicadas pela Editora Agir, uma editora católica de grande evidência no cenário nacional.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 62,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-604-0


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 21/09/2020


Número de páginas: 199


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Joana Gondim Garcia Skrusinski.

A presente obra tem como objeto o projeto de educação para as famílias veiculado em quatro livros publicados entre os anos de 1958 a 1967, escritos por Maria Junqueira Schmidt, professora e intelectual católica, que circulou dentro e fora do Brasil e que também teve algumas obras publicadas pela Editora Agir, uma editora católica de grande evidência no cenário nacional. Aqui, essas obras foram analisadas como fontes documentais, pois colaboraram com nosso objetivo de apreender os saberes e táticas mobilizadas pela autora na conformação de uma pauta educacional voltada para as famílias e na demarcação de um lugar próprio e de referência para si no campo intelectual brasileiro. Essas obras fizeram parte da Coleção Família e contribuíram para difundir um modelo de família em consonância com os princípios católicos em plena década de 1960, tempo em que as estruturas foram enfaticamente questionadas. Visto que esses valores vinham sendo questionados, as construções e as composições narrativas que desencadearam no projeto de educação para as famílias foram consideradas ao analisar os diferentes saberes produzidos e endereçados ao público de pais e educadores que nos direcionou a entender as disputas enfrentadas dentro do campo intelectual. Portanto, o trânsito entre o pensamento moderno, as conquistas de independência e a figura espiritualizada de mulher conduziram o(a) leitor(a) para uma sonhada organização familiar projetada nos livros dessa personagem que nos colaborou para reelaborar o projeto católico que se confirmava pela via da produção intelectual impressa.