Educação Superior e Trabalho Docente no Serviço Social: Processos Atuais, Intensificação, Produtivismo e Resistências

Ref: 978-65-5820-051-2

Com espírito crítico e rigor analítico, o livro Educação superior e trabalho docente no serviço social: processos atuais, intensificação, produtivismo e resistências realiza uma radiografia acurada da relação entre o magistério superior e o trabalho docente, a qual se afasta, radicalmente, das interpretações simplistas veiculadas no Brasil contemporâneo.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-051-2


ISBN Digital: 978-65-5820-021-5


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 26/09/2020


Número de páginas: 199


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Janaína Lopes do Nascimento Duarte .


Com espírito crítico e rigor analítico, o livro Educação superior e trabalho docente no serviço social: processos atuais, intensificação, produtivismo e resistências realiza uma radiografia acurada da relação entre o magistério superior e o trabalho docente, a qual se afasta, radicalmente, das interpretações simplistas veiculadas no Brasil contemporâneo. Seu objetivo básico tem dupla motivação: analisar a precarização do trabalho do professorado universitário, investigada na área do Serviço Social, e as formas de resistência a esse regressivo acontecimento. Ancorada em vivência cotidiana com os imperativos do capital que reproduzem, nas Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes), a intensificação do trabalho assalariado e o produtivismo quantificável, a professora Janaína Duarte desnuda, nesse lócus particular, os mecanismos de exploração da força de trabalho e de expropriação de direitos trabalhistas, próprios da sociabilidade burguesa. E o faz pautada não apenas em evidências empíricas, ratificadas por uma amostra de docentes entrevistados, mas também em consistentes referências teóricas, visto que o livro deriva de sua tese de doutorado, defendida na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e assim dimensionada: a) educação superior como eixo do processo de reestruturação capitalista após a crise do capital iniciada nos anos 1970; b) submissão dos docentes às mesmas injunções capitalistas impostas à classe trabalhadora em geral e ao coletivo do magistério superior; c) resistência desse coletivo de trabalhadores/as à conjuntura contrarreformista da educação superior no Brasil; d) inflexões determinadas pela contrarreforma do Estado brasileiro sobre a universidade pública; e) reconhecimento da docência como função assumida pelos/as assistentes sociais diante da consolidação do Serviço Social como área de conhecimento. Em suma, esta é uma obra intelectual necessária que ajuda a entender os percalços da educação superior brasileira nos tempos correntes.