As Principais Tensões Psicológicas Presentes na Prática Assistencial Hospitalar

Ref: 978-85-473-0489-8

Uma Pesquisa em Psicologia Hospitalar Utilizando a Hermenêutica Psicanalítica


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 26,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0489-8


ISBN Digital: 978-85-473-0489-8


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 291


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Decio Tenenbaum.

O convívio diário com sofrimento, doença e morte, por um lado, pressões e conflitos institucionais, frutos de interesses econômicos e políticos, por outro, conjuntamente com os limites assistenciais determinados pela realidade econômica e tecnológica do hospital, faz da interação entre pacientes e profissionais de saúde um campo prenhe de tensões pessoais, profissionais e grupais. Elas induzem a reações emocionais e comportamentais que diminuem a aliança terapêutica e contribuem significativamente para a ocorrência da iatropatogenia e para o adoecimento e a alienação dos profissionais de saúde.

Por meio do exame da irracionalidade emergente no campo assistencial, seja no paciente, na família ou na equipe de saúde, o propósito da pesquisa que aqui se apresenta é a identificação das principais tensões psicológicas presentes na prática assistencial a pacientes internados, com o objetivo de propor um método de abordagem que diminua a ocorrência da iatropatogenia e do adoecimento da equipe assistencial.