Tecituras Interdisciplinares: Diálogos entre Educação, Arte e História da Cultura

Ref: 978-65-5820-473-2

Reunindo textos de pesquisadores já consolidados e de jovens investigadores em processo de questionamentos e dúvidas, que justificam cursos e teses de doutorado, este volume é um instigante caleidoscópio para importantes problematizações e para inúmeros desafios e possibilidades de apreensões interdisciplinares.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-473-2


ISBN Digital: 978-65-5820-486-2


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 03/11/2020


Número de páginas: 209


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 30 cm


Altura: 2 cm


1. Luciana Angelice Biffi.

2. Paulo Leonel Gomes Vergolino.

3. Vanessa Zinderski Guirado .

4. Fernando Santos da Silva.

Reunindo textos de pesquisadores já consolidados e de jovens investigadores em processo de questionamentos e dúvidas, que justificam cursos e teses de doutorado, este volume é um instigante caleidoscópio para importantes problematizações e para inúmeros desafios e possibilidades de apreensões interdisciplinares.

[...]

Por esse motivo, em minha avaliação, o grande desafio que ele nos traz é dizer: não existem modelos e/ou estratégias para nos tornarmos interdisciplinares. Na verdade, conseguiremos romper os compartimentos quando nos arriscarmos a sair dos limites de nossa formação e tivermos a humildade de reconhecer que estamos sempre aprendendo.

Nesse sentido, todos os ramos do conhecimento têm o que nos ensinar. A questão é termos ouvidos e olhos bem atentos e liberarmos o sentido da criatividade e do caráter lúdico que envolve o binômio APRENDER E PESQUISAR!

É isso que nos torna pesquisadores! Mas, por mais otimista que eu seja, não acredito que voltaremos a encontrar as condições históricas de Leonardo Da Vinci. Porém, somos humanos, e, em última instância, o que nos move é a UTOPIA!