Os Três Pilares da Metodologia da Pesquisa Científica: O Estado da Arte

Ref: 978-65-5820-558-6

O presente trabalho aborda qualitativamente os três pilares constituintes da metodologia da pesquisa científica, quais sejam: o epistemológico, o lógico e o técnico. Visto que a vasta literatura desse tema contradiz-se sobremaneira ao se tratar de seus pilares constituintes, esse trabalho realiza, de forma bastante abrangente, porém não exaustiva, uma revisão da literatura crítica, e de outros documentos, sobre o tema, com o objetivo de clarear a sua correta compreensão e o seu adequado uso.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 59,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 26,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-558-6


ISBN Digital: 978-65-5820-549-4


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 24/11/2020


Número de páginas: 283


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Álaze Gabriel do Breviário.

O presente trabalho aborda qualitativamente os três pilares constituintes da metodologia da pesquisa científica, quais sejam: o epistemológico, o lógico e o técnico. Visto que a vasta literatura desse tema contradiz-se sobremaneira ao se tratar de seus pilares constituintes, esse trabalho realiza, de forma bastante abrangente, porém não exaustiva, uma revisão da literatura crítica, e de outros documentos, sobre o tema, com o objetivo de clarear a sua correta compreensão e o seu adequado uso. Desse modo, este livro é destinado prioritariamente aos universitários. Para tanto, utiliza: o paradigma neoperspectivista, como seu eixo epistemológico; o método hipotético-dedutivo, como a base da sua estrutura de pensamento; e o método observacional não participante, do tipo bibliográfico e documental, como a base procedimental da sua investigação. Discute os óbices para o progresso científico, dentre os principais, as imperfeitas interpretações humanas e as más adequações e ou aplicações dos métodos de pesquisa por parte do pesquisador. Considera e apresenta a ética como elemento propulsor da autêntica cientificidade. Conclui-se que este trabalho traz avanços terminológicos, conceituais, taxonômicos e conteudais significativos para a temática investigada.