Forças Armadas, Defesa e Segurança no Brasil Contemporâneo

Ref: 978-65-5820-747-4

Forças Armadas, Defesa e Segurança no Brasil contemporâneo discute um tema que retornou com força ao debate público nos últimos anos: o papel que as Forças Armadas brasileiras devem exercer em relação à defesa, à segurança e às instituições republicanas brasileiras. O autor destaca que nem sempre o conceito de segurança se refere à ideia de “segurança nacional”, por isso, a obra destaca a diferença entre o que se entende por “defesa (externa)” e “segurança (pública)”.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 46,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-747-4


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 15/12/2020


Número de páginas: 167


Encadernação: Brochura


Peso: 100 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Márcio Roberto Coelho dos Reis.

Forças Armadas, Defesa e Segurança no Brasil contemporâneo discute um tema que retornou com força ao debate público nos últimos anos: o papel que as Forças Armadas brasileiras devem exercer em relação à defesa, à segurança e às instituições republicanas brasileiras. O autor destaca que nem sempre o conceito de segurança se refere à ideia de “segurança nacional”, por isso, a obra destaca a diferença entre o que se entende por “defesa (externa)” e “segurança (pública)”.
A partir desse viés, o autor demonstra que, nos últimos anos no Brasil, as Forças Armadas têm sido cada vez mais utilizadas em situações que fogem à sua função profissional, que é a de proteger o país de inimigos externos, para se dedicar às operações típicas da segurança pública, que são atribuições das polícias. Um exemplo dessas ações são as operações de policiamento das fronteiras do país. O livro destaca um estudo de caso sobre como os militares atuam no policiamento da região da Tríplice Fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, no sul do continente. Em paralelo, também são abordadas as operações de garantia da lei e da ordem, ou GLO, que colocam os militares brasileiros em confronto contra a criminalidade urbana das grandes cidades do país.
O fato de que as Forças Armadas têm se desvirtuado de sua função principal – a defesa – se deve à maneira como a legislação brasileira define a missão das Forças Armadas, abrindo precedente tanto para a sua utilização em operações de segurança pública como também para uma possível atuação política sobre as instituições – o que nos remete a um período trágico de nossa história recente, e ainda mal resolvido pela sociedade.
Forças Armadas, Defesa e Segurança no Brasil contemporâneo é um livro indispensável para aqueles que desejam compreender de forma precisa o cenário das políticas de defesa e segurança brasileiras dos últimos anos, e como é fundamental e necessário debater o tipo de Forças Armadas de que o Brasil precisa: tanto para proteger nossas riquezas e enfrentar os desafios do século XXI como para trilhar, enfim, um caminho de normalidade democrática.