O Ginásio Vocacional de Rio Claro – Perspectivas Históricas

Ref: 978-65-5820-960-7

Inserida no campo temático da história das instituições escolares, a obra O Ginásio Vocacional de Rio Claro – perspectivas históricas aprofunda as novas interpretações sobre a história dos Ginásios Vocacionais, inaugurados na década de 1960 no estado de São Paulo e baseados no modelo de classes experimentais, a partir da emergência das ideias da Escola Nova.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 55,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 19,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-5820-960-7


ISBN Digital: 978-65-5820-958-4


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 18/01/2021


Número de páginas: 161


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Juliano Bernardino Godoy .

Inserida no campo temático da história das instituições escolares, a obra O Ginásio Vocacional de Rio Claro – perspectivas históricas aprofunda as novas interpretações sobre a história dos Ginásios Vocacionais, inaugurados na década de 1960 no estado de São Paulo e baseados no modelo de classes experimentais, a partir da emergência das ideias da Escola Nova. Em São Paulo, seis unidades foram planejadas, instaladas e coordenadas pela professora Maria Nilde Mascellani: São Paulo, Batatais, Barretos, São Caetano do Sul, Americana e Rio Claro. Rio Claro, lócus desta investigação, era conhecida na época por ser uma cidade de transição, cortada pela ferrovia da Cia. Paulista, cujo trajeto ligava-a à capital.
De acentuado cunho conservador, as desconfianças quanto ao sistema educativo adotado pelos ginásios vocacionais, muitas vezes interpretado como subversivo por poderes políticos, clérigos e professores que não souberam compreender a atualidade de sua proposta pedagógica, contribuíram para a precoce extinção do ginásio vocacional, em 1970.
Partindo da meso-abordagem proposta por Justino Magalhães, este livro reconstrói a identidade histórica do Ginásio Vocacional de Rio Claro, valendo-se do entrecruzamento de informações selecionadas do contexto local e estadual obtidas em bibliografia especializada e documentações coletadas em arquivos e jornais da época. A pesquisa possibilitou visualizar as dificuldades da sociedade local na aceitação da proposta pedagógica diferenciada, somando-se os revezes no âmbito estadual e federal com o Golpe Civil-Militar e o silenciamento de sua experiência após esse parco espaço de tempo.