Estratégias de Sobrevivência para Redes Ópticas Translúcidas

Ref: 978-65-5820-698-9

O livro Estratégias de Sobrevivência para Redes Ópticas Translúcidas apresenta um estudo sobre duas abordagens clássicas utilizadas para, em situação de interrupção de serviço, garantirem a continuidade das chamadas em uma infraestrutura baseada em WDM: a estratégia proativa (proteção de caminho compartilhado) e a reativa (restauração por caminho).


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 59,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-698-9


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 11/01/2021


Número de páginas: 91


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Rodrigo Choji de Freitas .

2. Etzel Chaves Oliveira Santos.

O livro Estratégias de Sobrevivência para Redes Ópticas Translúcidas apresenta um estudo sobre duas abordagens clássicas utilizadas para, em situação de interrupção de serviço, garantirem a continuidade das chamadas em uma infraestrutura baseada em WDM: a estratégia proativa (proteção de caminho compartilhado) e a reativa (restauração por caminho). Para as duas abordagens o nível de translucidez da topologia de rede varia de 0%, rede totalmente óptica, até 100% dos nós da rede sendo translúcidos, ou seja, comportamento de uma rede óptica opaca. Para a solução do problema de atribuição de comprimento de onda são usados os algoritmos de menor caminho (SP - shortest path), menor número de saltos (MH - minimum number of hops), menor congestionamento (LRW - least resistance weight routing) e degradação da relação sinal-ruído (OSNR-R - optical signal-to-noise ratio routing). Para a problemática de distribuição de regeneradores são considerados os algoritmos de primeiro grau do nó (NDF - nodal degree first) e predição da qualidade de sinal (SQP - signal quality prediction). Para análise e avaliação do desempenho das estratégias mencionadas são adotadas as métricas de probabilidade de bloqueio, taxa de proteção e taxa de vulnerabilidade para os cenários de proteção. Para os cenários de restauração é utilizada a taxa de insuscesso na recuperação de falha.