Revolução e Emancipação: Cherán Contra o Estado

Ref: 978-65-5523-439-8

Cherán, Michoacán, México – 15 de abril de 2011 Por volta das 5 horas da manhã, a calmaria costumeira do fim da madrugada neste pequeno município indígena é interrompida por gritos, foguetes, disparos de armas de fogo e o insistente ressoar do sino da Igreja do Calvário.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 58,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5523-439-8


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 28/01/2021


Número de páginas: 143


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Jonatas Pinto Lima.

Cherán, Michoacán, México – 15 de abril de 2011


Por volta das 5 horas da manhã, a calmaria costumeira do fim da madrugada neste pequeno município indígena é interrompida por gritos, foguetes, disparos de armas de fogo e o insistente ressoar do sino da Igreja do Calvário. Liderados por um grupo de mulheres, os habitantes de Cherán cercam e aprisionam alguns dos membros do cartel de drogas “Os Cavaleiros Templários”, responsável por aterrorizar a região e explorar ilegalmente os bosques da comunidade. Logo em seguida, os habitantes de Cherán revoltam-se contra o poder municipal – que por anos fazia “vista grossa” à presença dos “Templários” na região –, expulsando o presidente municipal e os partidos políticos do município, iniciando o processo de instauração de uma nova forma de governo inspirada nos antigos “usos e costumes” da etnia P’urhépecha. Esse é o ponto de partida para a pesquisa histórica e antropológica deste livro que busca compreender as nuanças desse movimento, desde a herança histórica dos “usos e costumes” até as vicissitudes da instauração e manutenção do autogoverno cheranense.