Ensino de Matemática para Alunos Surdos

Ref: 978-65-5820-870-9

Na obra Ensino de Matemática para alunos surdos, a autora investiga a prática pedagógica de professores que ensinam Matemática para alunos surdos do ensino médio de uma Escola da Rede Estadual de Cuiabá-MT com base na seguinte indagação: como é desenvolvida a prática pedagógica dos professores que ensinam Matemática para alunos surdos do ensino médio?


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-870-9


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 22/02/2021


Número de páginas: 127


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Rosenilda Rocha Bueno.

Na obra Ensino de Matemática para alunos surdos, a autora investiga a prática pedagógica de professores que ensinam Matemática para alunos surdos do ensino médio de uma Escola da Rede Estadual de Cuiabá-MT com base na seguinte indagação: como é desenvolvida a prática pedagógica dos professores que ensinam Matemática para alunos surdos do ensino médio? Assim, dá destaque às concepções dos professores sobre a prática pedagógica, à compreensão dos professores sobre a aprendizagem dos alunos surdos e aos procedimentos metodológicos utilizados por esses profissionais para ensinar aos alunos surdos. Nesta produção, com base em importantes autores, a prática pedagógica é definida como prática intencional de ensino, articulada à educação como prática social e ao conhecimento como produção histórica e social. A autora, então, evidencia que o desenvolvimento da prática pedagógica dos professores desses alunos surdos não possibilita a reflexão crítica e sua inserção na prática social. Além disso, as informações levantadas apontam que, em alguns momentos, os professores transferem a responsabilidade do ensino para o profissional intérprete de Libras. Portanto, destaca-se aqui a importância do desenvolvimento de uma Prática Pedagógica Bilíngue no ensino de Matemática para alunos surdos com a presença do profissional intérprete de Libras em sala de aula; porém, sendo o professor o mediador do conhecimento matemático e o principal responsável pelo ensino.