Educação Infantil: Pelas Crianças do Brasil

Ref: 978-65-5820-874-7

O livro Educação infantil: pelas crianças do Brasil é a expressão viva do amor e zelo pela educação infantil e traz em suas páginas uma riquíssima trajetória carregada de questionamentos sobre a criança, sua singularidade, suas necessidades, suas potencialidades e a arte de ensinar e aprender – como fazer?


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 59,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-5820-874-7


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 26/03/2021


Número de páginas: 207


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Débora da Silva Cardoso.

O livro Educação infantil: pelas crianças do Brasil é a expressão viva do amor e zelo pela educação infantil e traz em suas páginas uma riquíssima trajetória carregada de questionamentos sobre a criança, sua singularidade, suas necessidades, suas potencialidades e a arte de ensinar e aprender – como fazer? Aborda sobre o aguçar da percepção da criança e do professor da educação infantil com relação a si mesmos, ao outro e ao entorno, como fonte para resgatar a sensibilidade nas ações educacionais, vislumbrando as artes e suas linguagens como eixo integrador do currículo da educação infantil, vivenciadas por meio de propostas que valorizam os movimentos corporais, o brincar, o corpo como fonte de sentidos e conhecimentos, delineando caminhos que efetivam a Aprendizagem Significativa das crianças. As ações desenvolvidas tiveram inspiração no estudo da Fenomenologia da Percepção de Maurice Merleau-Ponty – no que tange à abertura ao contato – e no estudo da teoria da Aprendizagem Significativa de David Ausubel – em seu aspecto relacional. Estas páginas também estão recheadas dos anseios de uma educadora por uma maior visibilidade da educação infantil, primeira etapa da educação básica no Brasil, e pela garantia da infância nos espaços escolares com mais autenticidade possibilitando às crianças o desenvolvimento integral de suas potencialidades por meio do brincar, das experiências vividas, das interações, dos movimentos corporais, do pensamento cinestésico, das artes e suas linguagens, que se revelam propulsoras da criatividade e da atribuição de significados por parte da criança.
Por ser um modelo pedagógico vivenciado e explorado efetivamente na prática, “no chão da escola”, por marcar significativamente a vida de educadores e crianças, pelo leque de possibilidades pedagógicas que apresenta e por sua sólida fundamentação teórica, esta leitura se torna fonte de saberes e percepção a todos os educadores que, incansavelmente, acreditam nos horizontes que se abrem e cuja utopia não permite desfalecer a esperança no coração de quem ama educar crianças.