Ensino Bilíngue em Escolas Públicas: Conversa com Professores

Ref: 978-65-250-0374-0

O livro Ensino bilíngue em escolas públicas: Conversa com professores lança um novo olhar sobre o bilinguismo. Nos últimos anos, o Brasil, assim como outros países, viram barreiras e fronteiras despencarem, viagens e intercâmbios tornando-se cada vez mais comuns, a comunicação entre as pessoas ficou mais acessível, popular e mais barata e a internet chega aos quatro cantos do mundo com boa parte do seu conteúdo em inglês. Nesse novo contexto, um aluno que estuda em uma escola bilíngue privada, aprende inglês na escola.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 49,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0374-0


Edição:


Ano da edição: 2020


Data de publicação: 18/04/2021


Número de páginas: 97


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Vera Lúcia Rauta.

O livro Ensino bilíngue em escolas públicas: Conversa com professores lança um novo olhar sobre o bilinguismo. Nos últimos anos, o Brasil, assim como outros países, viram barreiras e fronteiras despencarem, viagens e intercâmbios tornando-se cada vez mais comuns, a comunicação entre as pessoas ficou mais acessível, popular e mais barata e a internet chega aos quatro cantos do mundo com boa parte do seu conteúdo em inglês. Nesse novo contexto, um aluno que estuda em uma escola bilíngue privada, aprende inglês na escola. E como ficam os alunos que estudam em escolas públicas tão marcadas pela desigualdade social? Sabe-se que o Brasil tem um bom contingente de professores preparados para o ensino bilíngue no setor privado. E no setor público? Estariam os professores dispostos a encarar a implantação de um sistema bilíngue nas escolas públicas? Estariam eles em condições de assumir postos de professores em aulas bilíngues? É preciso pensar nas competências necessárias para que um professor de idiomas possa assumir uma turma bilíngue e a complexidade do trabalho o que faz com que nos deparemos com um novo perfil de profissional para atender essa demanda. A obra propõe-se a investigar as crenças de professores que atuam nos anos finais em escolas públicas sobre essa possibilidade. A autora aplicou nesta obra um questionário via formulário Google com perguntas que foram enviadas via Messenger, aplicativo oficial do Facebook. Entre os entrevistados, estão professores de Inglês de escolas públicas nos seguintes estados brasileiros: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Por seu conteúdo marcante e linguagem dinâmica, os resultados da pesquisa tornam-se uma excelente fonte de discussão com a aprovação das Diretrizes Curriculares Nacionais para a oferta de Educação Plurilíngue em 09 de julho de 2020 conforme Edital de Chamada Pública, que foi disponibilizado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), por meio da Câmara de Educação Básica (CEB) a partir de 2 de julho de 2020. Também se torna necessário que as instituições educacionais proporcionem uma formação continuada docente que favoreça a discussão e a compreensão acerca do que seja a natureza do bilinguismo na prática do professor e nos cotidianos da escola. Somente por meio de uma compreensão mais ampla sobre o bilinguismo é que será possível avançar na formação de sujeitos bilíngues provindos de escolas públicas brasileiras.