Recuperação Escolar: Será que Recupera? Um Estudo a Partir da Psicologia Escolar

Ref: 978-65-250-0637-6

Inúmeros planos de recuperação escolar vêm sendo apontados como “remédios” aos problemas educacionais brasileiros ao longo da história, desde a década de 1930. Mas as classes de recuperação exercem em alunos e professores o pernicioso efeito de cristalização do “não saber”: professores destituídos de sua função de ensinar e alunos desistentes de suas possibilidades de aprender.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 74,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-0637-6


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 20/07/2021


Número de páginas: 263


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Roseli Fernandes Lins Caldas.

Inúmeros planos de recuperação escolar vêm sendo apontados como “remédios” aos problemas educacionais brasileiros ao longo da história, desde a década de 1930. Mas as classes de recuperação exercem em alunos e professores o pernicioso efeito de cristalização do “não saber”: professores destituídos de sua função de ensinar e alunos desistentes de suas possibilidades de aprender. Por isso, a recuperação escolar, como estratégia pedagógica de apoio aos alunos que “não aprendem”, é aqui investigada à luz da Psicologia Histórico-cultural, estabelecendo uma análise crítica sobre a trajetória da implantação de programas de recuperação e as repercussões dessa prática (valendo-se dos sentidos pessoais de educadores, mães e alunos); e trazendo o relato de procedimentos metodológicos específicos. Este livro é uma denúncia na direção da luta por educação de qualidade e, ao mesmo tempo, um anúncio da possibilidade de a recuperação paralela e a recuperação contínua, propagadas pelos discursos oficiais como soluções, darem lugar ao processo de aprendizagem contínua, ou seja, em que, por meio da mediação, superem-se as dificuldades e possibilite-se o desenvolvimento dos alunos não em espaços à parte, mas dentro dos espaços das salas de aula regulares.