A Problemática da Clivagem: Aspectos Teóricos e Clínicos

Ref: 978-65-250-0924-7

Este livro aborda a problemática da clivagem como uma importante chave de leitura para a compreensão de sofrimentos psíquicos mais primários do que os sofrimentos clássicos da neurose. A autora mostra articulações potentes entre os desafios encontrados na clínica psicanalítica e as teorias metapsicológicas, desde Freud e Ferenczi até autores atuais.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 47,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 16,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-0924-7


ISBN Digital: 978-65-250-0907-0


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 27/07/2021


Número de páginas: 131


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Renata Mello.

Este livro aborda a problemática da clivagem como uma importante chave de leitura para a compreensão de sofrimentos psíquicos mais primários do que os sofrimentos clássicos da neurose. A autora mostra articulações potentes entre os desafios encontrados na clínica psicanalítica e as teorias metapsicológicas, desde Freud e Ferenczi até autores atuais. A clivagem assume um lugar de destaque enquanto modo de funcionamento privilegiado diante do excesso pulsional no âmbito da reviravolta conceitual dos anos 1920. Duas outras grandes noções são articuladas à problemática em questão: o trauma, que se encontra na origem das clivagens, e a simbolização, continuamente em processo. Com um estilo pulsante e inspirador, Renata Mello brinda-nos com importantes contribuições para a prática clínica, conjecturando sobre as adaptações e as modificações necessárias no dispositivo terapêutico para a escuta de modos de existência mais fragmentários.