Velhos Sim, Assexuados Jamais! A Sexualidade no Envelhecimento

Ref: 978-65-250-1021-2

O livro Velhos sim, assexuados jamais! A sexualidade sem envelhecimento pretende preencher uma lacuna. Não se fala em sexualidade dos mais velhos. Acredita-se que velhos não pensem e não façam sexo ... Pode até ser que não, depende do caminho que cada idoso encontra para viver sua sexualidade. Este livro, na realidade, fala sobre “sexualidade”, e não sobre sexo somente.  


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 40,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 14,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1021-2


ISBN Digital: 978-65-250-1017-5


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 12/08/2021


Número de páginas: 109


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Rita Francis Gonzalez y Rodrigues Branco.

O livro Velhos sim, assexuados jamais! A sexualidade sem envelhecimento pretende preencher uma lacuna. Não se fala em sexualidade dos mais velhos. Acredita-se que velhos não pensem e não façam sexo ... Pode até ser que não, depende do caminho que cada idoso encontra para viver sua sexualidade. Este livro, na realidade, fala sobre “sexualidade”, e não sobre sexo somente.

Enganam-se os que pensam que essas páginas encontrarão as “10 melhores maneiras de fazer sexo na velhice”. Não é nada disso. O livro aborda a vida como ela é, fala de uma geração que transformou o mundo nas décadas de 50, 60 e 70 do século XX, e que agora envelhece tendo suas experiências de prazer.

Embora apresente conceitos freudianos sobre o que é a sexualidade, uma autora teve o cuidado de escrever com singeleza e simplicidade, de forma suavemente erótica e poética, exemplificando cada capítulo com casos reais, poemas, letra de música e filmes conquistados de vários países. O resultado foi um desenrolar de capítulos que primam pela leveza e pelo prazer da leitura, buscando a compreensão da vivência da sexualidade humana após os 65 anos de idade.

É um livro que tem vocação de conhecimento às pessoas que trabalham ou que convivem com idosos e, também, tem a coragem de falar sobre os mitos e tabus que se entrelaçam na experiência de vida velha, outrora jovens rebeldes, que hoje se veem frente ao envelhecimento.

Uma narrativa que pode ser lida por reconhecer que reconhecerão em várias páginas um pouco de seus avós, por adultos que imaginar suas vidas daqui a alguns anos, e, sobretudo, pode e deve ser lida pelos idosos idosos que são responsáveis ??pelo belo protagonismo em cada capítulo aqui descrito.