Ciências da Complexidade e Educação: Razão Apaixonada e Politização do Pensamento

Ref: 978-85-473-0630-4

2ª Edição Revisada e Ampliada


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 57,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 32,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0630-4


ISBN Digital: 978-85-473-0630-4


Edição: 2


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 291


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Maria da Conceição de Almeida.

Ciências da Complexidade e Educação: razão apaixonada e politização do pensamento é uma constelação de artigos, ensaios e conferências escritos por Maria da Conceição de Almeida sob o signo de uma razão aberta que religa rigor e leveza. Os 12 textos tratam de educação, antropologia fundamental, diversidade cultural, ética do intelectual, nascimento e metamorfose das ciências modernas, emergência da noção de complexidade e estado da arte da nova reorganização da cultura científica. O apelo à politização do pensamento, ao nomadismo das ideias, ao fim das certezas e à metamorfose do intelectual é a tônica comum a todos os textos.

Tendo como interlocutores pensadores como Edgar Morin, Claude Lévi-Strauss, Isabelle Stengers, Gaston Bachelard, Ilya Prigogine, Henri Atlan, Bruno Latour, Werner Heisenberg, entre outros, a autora problematiza as bases epistemológicas de uma ciência da inteireza e da implicação do sujeito no conhecimento. Defende uma ciência no plural, um conhecimento de base complexa e transdisciplinar. Instiga o leitor a se deslocar da narrativa analítica da ciência que aprisiona o pensamento no cárcere das certezas e verdades unitárias e dogmáticas.

Escrito em linguagens diferenciadas, por vezes mais prosaicas, por vezes mais poéticas, o livro expõe uma ecologia das ideias capaz de provocar novas atitudes e ações por parte de educadores, antropólogos, filósofos, sociólogos, literatos e cientistas de diversas áreas.