O Infantil e o Desenho: Uma Leitura sobre as Infâncias

Ref: 978-65-250-1043-4

A psicanalista Silvia Eugenia Molina apresenta uma série de artigos com questionamentos, assim como possíveis leituras, acerca dos processos de desenvolvimento que o bebê está destinado a percorrer para que obtenha uma identidade humana, singular e sexuada, partilhando, dessa forma, o estatuto humano. Silvia Molina coloca à nossa disposição suas quatro décadas de experiência na clínica de bebês e crianças pequenas, de onde também são extraídas cenas que, com os substratos da Psicanálise, oferecem base para reflexões.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 58,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 20,00

Nossos eBooks estão no formato ePub, o mais aceito nos variados aparelhos nos quais se podem ler livros digitais: eReaders, Smartphones, iPads, iPhones e PCs (este último por meio do Adobe Digital Editions). Os livros podem ser comprados via download nas seguintes livrarias online:

- Amazon (formato Mobi disponível para Kindle)

- Google Play Livros

- Apple Books

- Cultura/Kobo

ISBN: 978-65-250-1043-4


ISBN Digital: 978-65-250-1041-0


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 14/09/2021


Número de páginas: 173


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Silvia Eugenia Molina.

2. Ângela Ester Gonzalez.

3. Cláudia Rosso Trevisan.

4. Gerson Smiech Pinho.

A psicanalista Silvia Eugenia Molina apresenta uma série de artigos com questionamentos, assim como possíveis leituras, acerca dos processos de desenvolvimento que o bebê está destinado a percorrer para que obtenha uma identidade humana, singular e sexuada, partilhando, dessa forma, o estatuto humano. Silvia Molina coloca à nossa disposição suas quatro décadas de experiência na clínica de bebês e crianças pequenas, de onde também são extraídas cenas que, com os substratos da Psicanálise, oferecem base para reflexões. Teorias Sexuais Infantis (TSI), laço parental e outras questões fundamentais, como a importância da organização, primariamente estruturante e secundariamente educativa, dos hábitos de independência pessoal são abordadas mediante uma articulação teórico-clínica. Engajada na perspectiva de uma clínica inter e transdisciplinar, a autora combate a visão organicista, apresentando o sujeito em seu atravessamento por estruturas orgânicas e psíquicas. Uma leitura que fisga tanto o profissional quanto o estudante de áreas da clínica inter e transdisciplinar.