Como a Tecnologia Muda o Meu Mundo: Imagens da Juventude na Era Digital

Ref: 978-85-473-0448-5

“Como a tecnologia muda o meu mundo”: imagens da juventude na era digital propõe diferentes leituras, realizadas a partir de desenhos feitos por alunos de uma escola de arte, acerca das posições adotadas por jovens quando se veem questionados sobre o lugar que a tecnologia ocupa em suas vidas e de que forma suas subjetividades são afetadas por ela.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

Versão digital
R$ 29,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-85-473-0448-5


ISBN Digital: 978-85-473-0350-1


Edição: 1


Ano da edição: 2017


Data de publicação: 00/00/0000


Número de páginas: 186


Peso: 200 gramas


Largura: 14.8 cm


Comprimento: 21 cm


Altura: 2 cm


1. Jacqueline de Oliveira Moreira.

2. Juliana Marcondes Pedrosa de Souza.

3. Vanina Costa Dias.

4. Paula Melgaço.

“Como a tecnologia muda o meu mundo”: imagens da juventude na era digital propõe diferentes leituras, realizadas a partir de desenhos feitos por alunos de uma escola de arte, acerca das posições adotadas por jovens quando se veem questionados sobre o lugar que a tecnologia ocupa em suas vidas e de que forma suas subjetividades são afetadas por ela.

Espertos, conectados, bem informados, ainda que alguns os rotulem como preguiçosos, viciados e pouco socializáveis, os jovens da contemporaneidade avançam em vários aspectos em relação à geração anterior, que não tinha tanto acesso e rapidez para se conectar aos conteúdos e recursos disponíveis, nem tampouco fazia do ambiente virtual o lugar-comum para o enlace das mais diversas formas de relacionamento. Do acesso à informação à forma como fazem amizades e começam um relacionamento amoroso, é inegável que a tecnologia molde o mundo desses “novos” indivíduos.

A leitura das imagens produzidas por esses jovens nos trouxe o desafio de compreender como o uso das tecnologias digitais produz novos modos de subjetivação e, dialogando com diversos campos do saber – como a Filosofia, a Sociologia, o Jornalismo, a Psicologia, a Psicanálise e a Comunicação –, aprofundamos nossas análises para captar em que medida os jovens constituem-se nesse processo mediado pelos sentidos e significados que atribuem ao seu mundo, a partir da relação que estabelecem com os meios presencial e virtual e consigo mesmos.

Esta obra capta e fotografa, portanto, um momento de contato entre o jovem e sua relação com as novas tecnologias, uma fotografia apresentada na forma de desenho. De outro lado, temos representado o ponto de encontro entre o pesquisador das ciências humanas e a fotografia/desenho do jovem em sua relação com a tecnologia. Assim, também encontramos nos textos um ponto de contato do pesquisador com as novas tecnologias, ponto esse mediado pelo desenho de um jovem. Podemos pensar em um triângulo: jovem, tecnologia e pesquisa, interligado pelas imagens e palavras, em uma tentativa de apreender o novo da tecnologia e sua ação em cada um de nós. Esperamos que você, leitor, também seja tocado.