As Heroínas Trágicas de Sêneca

Ref: 978-65-250-1201-8

Do que é capaz uma mulher enlouquecida, tomada pelas paixões? Que poder oculto repousa nas ameaças femininas? Que furor impõe-se às suas ações e as conduz a crimes indizíveis? Sêneca, no primeiro século de nossa era, explorou a fundo em suas tragédias o vigor e a força dramática das personagens femininas, conferindo-lhes voz a partir de longos monólogos e representando em detalhes seus estados de ânimo. Invadidas por sentimentos conflituosos e tensionadas por duros dilemas, as heroínas das histórias mitológicas foram minuciosamente lapidadas pelo escritor, que esmiúça a trajetória por elas empreendida da dor rumo à loucura irracional e furiosa, num processo de transformação do humano em monstruoso.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-1201-8


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 18/11/2021


Número de páginas: 149


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Sandra Maria Gualberto Braga Bianchet.

2. Júlia Batista Castilho de Avellar.

3. Rafael Guimarães Tavares da Silva.

Do que é capaz uma mulher enlouquecida, tomada pelas paixões? Que poder oculto repousa nas ameaças femininas? Que furor impõe-se às suas ações e as conduz a crimes indizíveis? Sêneca, no primeiro século de nossa era, explorou a fundo em suas tragédias o vigor e a força dramática das personagens femininas, conferindo-lhes voz a partir de longos monólogos e representando em detalhes seus estados de ânimo. Invadidas por sentimentos conflituosos e tensionadas por duros dilemas, as heroínas das histórias mitológicas foram minuciosamente lapidadas pelo escritor, que esmiúça a trajetória por elas empreendida da dor rumo à loucura irracional e furiosa, num processo de transformação do humano em monstruoso. A fim de mergulhar o leitor no universo das trágicas paixões senequianas, esta obra, voltada para interessados em literatura e cultura clássica, em teatro e em literatura comparada, reúne estudos sobre quatro tragédias do escritor e coloca em destaque as figuras femininas de Mégara, Dejanira, Cassandra, Fedra e Jocasta, em contraste com seus contracenantes masculinos. As particularidades teatrais e literárias das peças de Sêneca são abordadas em paralelo com questões políticas e filosóficas de sua época, de tal modo que as discussões aqui propostas oferecem um panorama do período imperial em Roma. A isso soma-se uma investigação da relação do teatro senequiano com a tradição trágica grega e também sua recepção posterior.