O Fim, o Começo e o Ser: Heidegger e o outro Início

Ref: 978-65-250-2073-0

O mundo contemporâneo é marcado pela pluralidade de vozes e forças — muitas vezes antagônicas — que acenam genericamente para o futuro como o lugar de resolução dos impasses e problemas do presente. Tais forças projetam para o futuro a ocasião perene de satisfação e bem-estar, espectro no qual terão suas necessidades finalmente atendidas. Não é necessário especificar tais forças, basta um olhar atento ao cotidiano para que se notem as inúmeras polaridades que reproduzem tal cenário.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 52,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-2073-0


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 21/12/2021


Número de páginas: 193


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 16 cm


Comprimento: 23 cm


Altura: 2 cm


1. Paulo Victor Rodrigues da Costa.

O mundo contemporâneo é marcado pela pluralidade de vozes e forças — muitas vezes antagônicas — que acenam genericamente para o futuro como o lugar de resolução dos impasses e problemas do presente. Tais forças projetam para o futuro a ocasião perene de satisfação e bem-estar, espectro no qual terão suas necessidades finalmente atendidas. Não é necessário especificar tais forças, basta um olhar atento ao cotidiano para que se notem as inúmeras polaridades que reproduzem tal cenário. A questão é: a serviço do quê tais forças estão em luta? Longe de fornecer uma resposta uníssona para tal questão, este livro procura senhas de acesso ao dilema contemporâneo e busca na noção de outro início — presente no pensamento tardio de Martin Heidegger — o elemento fundamental de ruptura com a dinâmica de batalha campal que toma cada esquina e todo pequeno espaço do mundo contemporâneo.