Simulação de Paisagens Urbanas para Qualidade Ambiental: Experiências com o Software ENVI-Met

Ref: 978-65-250-1926-0

É possível avaliar a qualidade ambiental de espaços construídos para a redução de impactos negativos ao meio ambiente e garantia de conforto e saúde às pessoas?Esse é um grande desafio para os edifícios e cidades contemporâneas. São recorrentes as situações de aumento de temperatura (ilhas de calor), falta de ventilação e iluminação naturais, excesso de emissões de CO2 e problemas de umidade, potencializados com o contexto pandêmico em que vivemos, onde as preocupações com o conforto, saúde, higienização, bem-estar e eficiência energética devem iniciar uma nova geração de projetos – com qualidade ambiental em todos os aspectos.


Calcule o frete

Opções de entrega:

Versão impressa
R$ 59,00
ADICIONAR 
AO carrinho

ISBN: 978-65-250-1926-0


Edição:


Ano da edição: 2021


Data de publicação: 16/06/2022


Número de páginas: 149


Encadernação: Brochura


Peso: 300 gramas


Largura: 23 cm


Comprimento: 16 cm


Altura: 2 cm


1. Caio Frederico e Silva.

2. Júlia Teixeira Fernandes.

3. Milena Sampaio Cintra.

É possível avaliar a qualidade ambiental de espaços construídos para a redução de impactos negativos ao meio ambiente e garantia de conforto e saúde às pessoas?
Esse é um grande desafio para os edifícios e cidades contemporâneas. São recorrentes as situações de aumento de temperatura (ilhas de calor), falta de ventilação e iluminação naturais, excesso de emissões de CO2 e problemas de umidade, potencializados com o contexto pandêmico em que vivemos, onde as preocupações com o conforto, saúde, higienização, bem-estar e eficiência energética devem iniciar uma nova geração de projetos – com qualidade ambiental em todos os aspectos.
Para isto, o uso de simulação computacional torna-se fundamental, visto que é um recurso para diagnosticar e gerar diretrizes para projetos iniciais ou reabilitações. Atualmente, a problemática de cidades cada vez mais compactas, a relação dos edifícios com seu entorno e sua adaptação ao clima local são questões chaves para espaços construídos mais qualificados. A valorização de espaços abertos, dentro das prerrogativas de saúde física e metal, reforça a responsabilidade de projetos validados, que garantam os benefícios e expectativas.
A obra Simulação de paisagens urbanas para qualidade ambiental discute os benefícios das simulações para os usuários e para o meio ambiente. Ao logo do livro, os autores apresentam 8 estudos de caso de análise bioclimática urbana, desenvolvidos no contexto metropolitano de Brasília nos últimos 10 anos. Os estudos de simulação computacional trazidos no livro são resultado de uma ação público-privado de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) na UnB (Universidade de Brasília). As análises bioclimáticas urbanas foram desenvolvidas pela integração técnica entre a empresa Quali-A Conforto Ambiental e Eficiência Energética e pesquisadores da Universidade de Brasília.
O livro está estruturado para uma organização fácil das ideias, visando facilitar o entendimento, tanto do uso do software em si, quanto para as análises dos estudos de caso como modelos de referências. Ao longo do livro é feita a contextualização da simulação computacional, em especial com os recursos oferecidos pelo ENVI-met, destaca a importância da configuração climática local nas avaliações, apresenta a metodologia desenvolvida para os estudos, descreve comparativamente os resultados de cenários avaliados e conclui com 10 diretrizes para uma cidade mais saudável, confortável e resiliente.